Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Universidade entrega quase 3 mil protetores faciais a profissionais de saúde

Veja vídeo mostrando como é a produção do equipamento nos laboratórios da PUC-Campinas

A PUC-Campinas já produziu quase 3 mil protetores faciais destinados a profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente do combate à covid-19. Desse total, 1,2 mil foram para o Hospital da Universidade. Os demais foram para o Hospital Beneficência Portuguesa, Hospital Augusto de Oliveira Camargo – Indaiatuba, Santa Casa de Limeira, Internato PUC, Maternidade de Campinas, Hospital do Câncer de Barretos (Hospital de Amor) e Faculdade de Odontologia da PUC.

A produção está ocorrendo nos laboratórios da Universidade em parceria com empresas da região, que estão realizando a produção de parte das peças e fornecendo matéria-prima.

A Universidade começou a produzir os protetores faciais em conjunto com a empresa Sethi 3D, após adaptar um projeto do Instituto da Georgia Tech. Utilizando inicialmente um projeto aberto disponibilizado pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology), a produção estava demorando cerca de duas horas e meia por máscara. Mas com a adaptação feita na PUC-Campinas, utilizando conjuntamente cortadoras a laser e impressoras 3D, o tempo caiu para dois minutos.

No início, houve problemas de falta de matéria-prima, mas isso foi resolvido após parceria com a empresa Sabic, que possui unidade de fabricação de resinas termoplásticas e de chapas de policarbonato em Campinas. O material que ela forneceu combina alta resistência ao impacto com excelente qualidade óptica. É um produto adequado para os visores, devido à baixa distorção óptica, que evita desconforto aos usuários. Além disso, pode ser facilmente higienizado com água e sabão neutro e desinfetado com o uso de álcool isopropílico.

O equipamento, além de proporcionar maior segurança aos médicos e enfermeiros, tem prazo de validade maior do que as máscaras utilizadas normalmente. O protetor pode ser reutilizado depois de higienizado de forma adequada.



Marcelo Andriotti
15 de maio de 2020