Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Vestibular Inverno

PUC-Campinas entra em ranking das melhores do mundo e é a única instituição privada do Interior do Brasil

No Brasil apenas sete particulares figuram no ranking da QS World University Ranking

A PUC-Campinas está entre as primeiras universidades privadas brasileiras e é a única do Interior a figurar no QS World University Ranking, um dos principais rankings internacionais de educação superior, que classifica as melhores universidades do mundo. No Brasil, 35 conseguiram atingir a pontuação para entrar no ranking, sendo apenas sete particulares.

O QS World University Ranking é feito pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds e avaliou 2.400 instituições de ensino superior em mais de 100 países, das quais apenas 1.422 pontuaram o suficiente para figurar entre as melhores do mundo. Das sete particulares brasileiras, as cinco primeiras são PUCs (Pontifícias Universidades Católicas), estando a PUC-Campinas em terceiro lugar e figurando como a única instituição privada fora das capitais.

Esse é mais um ranking que reforça a posição da PUC-Campinas como uma das melhores universidades do país, estando à frente de muitas instituições de ensino públicas, estaduais ou federais.

Além dos rankings de avaliações acadêmicas, a Universidade é destaque nos que avaliam o quesito sustentabilidade. O UI GreenMetric World University Ranking, que classifica as universidades mais sustentáveis ecologicamente, coloca a PUC-Campinas entre as mais responsáveis do mundo.

Metodologia

Entre os critérios avaliados estão a reputação acadêmica, reputação com empregadores, proporção entre número de alunos e docentes, citações em artigos acadêmicos, relação com redes de pesquisadores internacionais, impactos em meios digitais e número de professores com doutorado.

Um dos pontos de maior destaque foi o número de docentes com doutorado nos cursos da Universidade, seguido da reputação acadêmica e da proporção entre número de alunos e docentes.

Veja em detalhes o que significa cada um dos quesitos e seu peso na pontuação utilizada no ranking.

Reputação acadêmica – Respondendo por 40% da pontuação geral, a reputação acadêmica analisa a qualidade do ensino e da pesquisa nas universidades do mundo. Foram reunidas mais de 130.000 opiniões de especialistas em ensino superior, criando a maior pesquisa de opinião acadêmica do mundo.

Reputação do empregador – Sabendo que os alunos querem se formar com as habilidades e conhecimentos necessários para o mercado de trabalho, esse critério avaliou como as instituições os preparam para carreiras de sucesso e quais delas fornecem os graduados mais competentes, inovadores e eficazes.

Relação corpo docente/aluno – Este indicador reconhece que um alto número de acadêmicos por aluno reduz a carga de ensino e cria uma experiência estudantil mais favorável. Avalia como as instituições fornecem aos alunos acesso significativo a professores e tutores.

Citações por corpo docente – Foi medida a qualidade da pesquisa universitária com uma métrica de citação por corpo docente, considerando o número total de citações acadêmicas em artigos produzidos por uma universidade em um período de cinco anos.

Proporção de estudantes internacionais e proporção de professores internacionais – Uma universidade internacional cria uma série de benefícios. Demonstra a capacidade de atrair estudantes e funcionários de qualidade de todo o mundo e implica uma visão altamente global. Instituições internacionais fortes proporcionam um ambiente multinacional, construindo simpatias internacionais e consciência global.

Impacto na Web – Avalia quantas vezes e de que maneira a instituição é citada em diferentes meios de comunicação digital.

 

Vestibular

A PUC-Campinas está com inscrições abertas para o seu Vestibular de Inverno 2022. Serão oferecidas vagas para todos os cursos da Universidade, com exceção de Medicina, que já realiza no Vestibular de Verão o preenchimento de vagas tanto para o primeiro quanto para o segundo semestre.

Clique aqui para se inscrever

As inscrições vão até dia 19 de junho e têm o valor de R$ 120, com a realização das provas dia 26 de junho e divulgação dos resultados em 5 de julho. As matrículas serão realizadas entre 5 e 8 de julho.

No Vestibular de Inverno, as provas serão obrigatoriamente presenciais para todos os cursos. Haverá apenas aplicação de uma prova de conhecimento gerais e tema de redação, diferenciados para os candidatos do Curso de Direito.

As provas do Processo Seletivo envolverão conteúdos pertinentes às seguintes disciplinas do Ensino Médio: Biologia, Química, Matemática e Raciocínio Lógico, Física, História, Geografia, Língua Portuguesa e Redação, Literatura Brasileira e Língua Inglesa.

Aos candidatos de todos os cursos, em primeira opção, será aplicada, de forma presencial, uma Prova Geral, com valor máximo de 100 pontos, composta por uma redação, com valor de 60 pontos, e 40 questões objetivas de múltipla escolha referentes a conhecimentos gerais das disciplinas citadas, valendo um ponto cada uma, totalizando 40 pontos.



Marcelo Andriotti
27 de junho de 2022