Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Trabalhos de alunos da Engenharia de Computação garantem mais segurança e acessibilidade

Projetos foram feitos por alunos do 4º ano para a disciplina de Projeto Integrado

Alunos do Curso de Engenharia de Computação da PUC-Campinas desenvolveram sistemas voltados para as áreas de segurança e acessibilidade que chamam a atenção de organizações ligadas às duas áreas e que podem ter aplicação futura. Os projetos foram produzidos por estudantes do 4º ano da Faculdade para a disciplina de “Projeto Integrado”.

A Profa. Dra. Daniele Cristina Uchoa Maia Rodrigues, diretora da Faculdade, diz que o objetivo é que os alunos transformem o conhecimento em aplicações práticas. “Queremos sensibilizar os alunos para os problemas do cotidiano e da sociedade, de forma que possam articular conhecimentos teóricos para solucioná-los”, disse a professora.

Foram desenvolvidos nove projetos escolhidos por grupos de alunos. Um deles é voltado para patrulhamento de veículos, com câmeras que captam imagens das placas de carros suspeitos, podendo ser transmitido em tempo real para uma central com base de dados que indica se há qualquer irregularidade.

Os alunos desenvolveram para esse sistema um conjunto com duas câmeras para serem instaladas nas partes traseira e dianteira do carro de patrulhamento e um visor de leitura dos dados que pode ser colocado no painel.

Também foi criado um sistema de monitoramento de multidões em estádios de futebol, com a identificação facial de possíveis torcedores envolvidos em casos de violência. Diferente dos métodos já utilizados nos estádios mais modernos, o desenvolvido pelos alunos pode ser utilizado de forma móvel por policiais e seguranças com câmeras portáteis.

Outros dois projetos desenvolveram monitoramento com identificação facial a partir de imagens de câmeras de segurança. Um deles pode identificar padrões suspeitos, como o encontro constante de um mesmo grupo de pessoas em um mesmo local. Com isso, o aplicativo auxilia a polícia no combate à ação de grupos de assaltantes, golpistas ou traficantes em locais de grande trânsito de pessoas.

Na área de acessibilidade, um dos projetos é sobre um aplicativo que lê páginas para deficientes visuais. Um outro é capaz de fazer leitura de embalagens, auxiliando deficientes visuais na compra em supermercados. Além desses, há um projeto de identificação de cores para auxiliar na escolha de roupas e acessórios, o que também pode ser utilizado por daltônicos.



Marcelo Andriotti
10 de dezembro de 2019