Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Estudantes de todo o país mostram no Campus I da PUC-Campinas trabalhos que exigem pesquisa e habilidade.

O segundo dia do 13º Encontro Nacional dos Grupos PET (Programa de Educação Tutorial) – Enapet – contará com muitas atividades, com destaque para as Oficinas de Arte. Elaboradas pelos próprios estudantes (petianos) e com temas diferenciados, a proposta da atividade é gerar integração e conhecimento entre a comunidade petiana.

Os petianos da PUC-Campinas apresentarão quatro oficinas: Produção de vasos em argamassa com resíduos de construção e resíduos agro-industriais, Confecção de brinquedos com materiais recicláveis, Dinâmica de Grupo: Necessidades Individuais no Emprego e Introdução à Aula de Violão.

As oficinas são o resultado de projetos e competências que os alunos realizam durante o período em que participam do Programa PET. Existem algumas exceções, como no caso do aluno querer desenvolver uma atividade ligada às suas habilidades artísticas e não de pesquisa, por exemplo.

Além das Oficinas, durante o período da manhã desta terça-feira, professores (tutores) e estudantes (petianos) estarão reunidos para discutir os trabalhos e pesquisas. Das 14 às 16 horas, serão realizadas as Sessões Coordenadas e os Simpósios, que apresentarão assuntos ligados a Responsabilidade Social, tema central desta 13ª edição. Os temas dos Simpósios são: Meio Ambiente; Responsabilidade Social: Discursos e Práticas de Mobilização da Sociedade Civil; Movimentos Sociais, Políticos e a Universidade; A Interdisciplinaridade no Contexto da Responsabilidade Social e A Extensão Universitária na Formação do Petiano.

Às 17 horas, acontecerá a Mesa Redonda “Paradigmas e Paradoxos do Ensino Superior” e, em seguida, às 19h30, iniciam-se as Oficinas.

No dia 16 de julho, quarta-feira, acontecerão discussões de tutores e petianos durante a manhã. Das 14 às 17 horas, serão formados os Grupos de Discussão (GD’s) que abordarão os seguintes temas: O PET e a Formação da Consciência Ética; O PET e o Acesso à Cultura; Inclusão Social; Movimentos Sociais, Políticos e a Universidade; Contribuição do PET na Responsabilidade Social; O Petiano Como Agente Transformador da Sociedade.

Às 17 horas, o Prof. Dr. José Eduardo Corá fará uma palestra com o tema “A Indissociabilidade da Tríade”. Em seguida, inicia-se a sessão de pôsteres.

Oficinas:
– Dicas e manhas para dançar bem forró (UECE)

– Produção de vasos em argamassa com resíduos de construção e resíduos agro-industriais (PUC-Campinas)

– Dança de Salão (UFG)

– Malabarismo (Poli-USP)

– Confecção de brinquedos com materiais recicláveis (PUC-Campinas)

– Oficina de Teatro (CPTL/UFMS)

– Dinâmica de Grupo: Necessidades Individuais no Emprego (PUC-Campinas)

– Oficina de Introdução ao Teatro (UFTM)

– Introdução à Aula de Violão (PUC-Campinas)

– “Da Literatura ao Cinema” (Unesp/FCL-AR)

– Técnicas Básicas sobre Oratória: Comece a Vencer o Medo de Falar em Público (UFPR)

– Dança do Ventre (Universidade Federal de Itajubá)

– Oficina de Karatê (UFRGS)

– Confecção de Puffs com Garrafas Pet (FEIS – Unesp)

– Oficina de Descriminalização (Universidade Federal de Santa Catarina)

– “Experimentando a diferença” (UFMG)

– Oficina de Ginástica Laboral (UFRGS)

– Mini Curso GPS Prático (Unesp – Rio Claro)

– ”Transbordando pelas Palavras: Além dos Labirintos da Criação Textual” (UFTM)

– Oficina de Sabão (Esalq/USP)

– ”O Jogo do Salário” (Universidade Federal de Ouro Preto)

O PET na PUC-Campinas

A PUC-Campinas é a única instituição da cidade de Campinas que possui grupos do Programa de Educação Tutorial (PET). Desde 1992, a Universidade conta com o Programa e cerca de 200 alunos já participaram.

Atualmente, a Universidade tem três grupos PET: nas Faculdades de Arquitetura e Urbanismo, de Ciências Biológicas e de Enfermagem. Os grupos são formados por 12 estudantes (petianos), um voluntário e um professor (tutor) cada.

Cada grupo desenvolve atividades no campo do Ensino, da Extensão e da Pesquisa de acordo com a sua área de atuação. Os principais projetos que os grupos da PUC-Campinas desenvolvem:

PET Escola – coordenado pelo PET Enfermagem. Os petianos elegem uma escola prestar orientações sobre sexualidade e promoção da saúde.

Projeto Plantar – coordenado pelo PET Biologia. Os estudantes ministram aulas para alunos da 3ª série do ensino fundamental, explicando conceitos como preservação e assoreamento dos rios. Em seguida, é realizado o trabalho de campo com o plantio de mudas próximas à nascente do Rio Atibaia, além do monitoramento do plantio a cada 15 dias.

Projeto Sustentabilidade e Responsabilidade Social do Arquiteto – coordenado pelo PET Arquitetura. Os alunos, junto com o Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (EMAU) e outras faculdades, recebem os calouros através da integração entre estes e os veteranos na prestação de serviço (de pintura, limpeza, plantio de mudas e outros) a uma comunidade escolhida.

Sobre o PET

O Programa de Educação Tutorial teve início em 1979 na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e foi transferido em dezembro de 1999 para a Secretaria de Educação Superior (SESu) do MEC.

Atualmente, está sob a responsabilidade da Coordenação-Geral de Relações Estudantis (CGRE) da Diretoria de Políticas e Programas de Graduação da Educação Superior (DIPES).

O PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior do país, sendo um grupo por curso, orientado pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial.

O PET tem como objetivo desenvolver atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência, mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar; contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação; estimular a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica; formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país e estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania e pela função social da educação superior.

Veja a programação desta terça e quarta-feira:

15/07 (3ª feira)

08:30h às 12:00h
Encontro de tutores e alunos

12:30h às 14:00h
Horário livre para almoço

14:00h às 16:00h
Sessões Coordenadas e Simpósios

16:00h às 16:15h
Intervalo

16:15h às 17:00h
Exposição das chapas

17:00h às 19:00h
Mesa Redonda: Paradigmas e Paradoxos do Ensino Superior

19:30h às 21:30h
Oficinas

16/07 (4ª feira)

08:00h às 10:00h
Encontro CLAs

10:00h às 12:00h
Encontro por áreas

12:00h às 14:00h
Horário livre para almoço e fixação de pôsteres

14:00h às 17:00h
Grupos de Discussão

17:00h às 19:00h
Sessão de pôsteres.

Palestra de abertura: “A Indissociabilidade da Tríade”

21:00h às 23:59h
Confraternização

SERVIÇO:

XIII Encontro Nacional dos Grupos PET (Programa de Educação Tutorial) (ENAPET)

Data: de 14 a 18 de julho

Horário: das 8h às 21h30

Local: Campus I da PUC-Campinas

(Rodovia Dom Pedro I, km 136, Parque das Universidades
)

Mais informações sobre o XIII ENAPET: www.puc-campinas.edu.br



Portal Puc-Campinas
15 de julho de 2008