RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Sobre o Curso

Os objetivos do Curso são os seguintes:

a) proporcionar uma sólida formação teórica, instrumental, histórica e humanística, preparando profissionais competentes para o mercado de trabalho, familiarizados com a realidade brasileira e internacional;
b) formar bacharéis em Relações Internacionais conscientes de sua responsabilidade social;
c) desenvolver o pensamento crítico, plural e transformador, possibilitando uma ação eficaz no trato dos problemas da realidade socioeconômica e política, nacional e internacional.

Perfil do Egresso

O Bacharel em Relações Internacionais atua “na análise, planejamento, gestão e avaliação de estratégias e ações relativas ao intercâmbio entre Estados e Instituições situadas em espaços nacionais distintos ou em ambientes transnacionais. Em sua atividade, atua nos processos de formulação, planejamento, gestão e avaliação da cooperação internacional; na execução e avaliação de programas e projetos de natureza internacional; na mediação e resolução de conflitos e no desempenho de atribuições específicas da política externa. Elabora, negocia e avalia as operações de crédito internacionais; analisa e acompanha a formulação de contratos internacionais; avalia cenários e realiza análise e prospecção de mercados. Opera na captação de recursos financeiros, na transferência de tecnologias sociais e na análise de riscos e interpretação das conjunturas internacionais, nacionais e regionais. Coordena e supervisiona equipes de trabalho, elabora pareceres, projetos e laudos sobre assuntos internacionais. Em sua atuação, considera a ética, a segurança e as questões socioambientais” (MEC, 2010).

 

Competências e Habilidades

 

Espera-se do profissional em Relações Internacionais, em primeiro lugar, uma formação ampla que inclua economia, ciências políticas, história, geografia e direito, pois estes são os conhecimentos necessários para compreender as características da nação com a qual ele pretende se relacionar.
Em segundo lugar, considerando que o profissional irá se relacionar com pessoas e governos de outros países, é fundamental a facilidade e o dominío de línguas. Além de dominar a Língua Portuguesa, o profissional precisa dominar outras línguas, principalmente Inglês e Espanhol.
Em terceiro lugar, é fundamental o interesse pela cultura de outros povos (incluindo religião, arte, culinária e política) e a capacidade de tolerância cultural e de empatia por outros povos. Ou seja, é fundamental para o exercício da profissão conhecer, compreender e respeitar culturas diferentes da sua.

Recursos

  • Salas de Aula
  • Laboratórios Didáticos Especializados

As atividades teórico-práticas das unidades de ensino Laboratório de Pesquisa em Relações Internacionais, Estatística Econômica, Metodologia e Técnica de Pesquisa, Mercado Financeiro e de Capitais, Análise de Conjuntura Econômica e Finanças Corporativas serão realizadas parcialmente em laboratórios de informática.

  • Auditórios

  • Turno \ Duração Integral: Matutino/Vespertino - 8 Semestres
  • Campus Campus I
  • Carga Horária 3113 horas
  • Reconhecimento521ª REUNIÃO DO CONSUN - 28/6/2016

DIRETOR ADJUNTA

JOSÉ ANTONIO BERNAL FERNANDEZ OLMOS

DIRETOR DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS