Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana traz para a PUC-Campinas a mostra Machu Picchu – A Cidade Perdida dos Incas”, com 18 imagens dos fotógrafos Martín Chambi e Teo Allaín Chambi. A exposição é organizada pelo Consulado Geral do Peru em São Paulo, com a curadoria do Engenheiro e Museólogo Manuel Julio Vera del Carpio.

A abertura oficial ocorre no dia 05 de novembro, às 19h, na Sala 10 – Prédio H13 – Campus I (Rodovia Dom Pedro I, Km 136, Parque das Universidades – Campinas/SP) – com a presença do Cônsul-Geral do Peru em São Paulo, Arturo Jarama.

Na ocasião será proferida a palestra “Machu Picchu e o urbanismo pré-hispânico” pelo Arquiteto peruano Denis Roberto Castro Perez, Doutor em Arquitetura, Tecnologia e Cidade pela UNICAMP e Pós-Doutorado no Programa POSInfra do Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologia (CEATEC) da PUC-Campinas. A apresentação abordará a Arquitetura e o Urbanismo nas culturas pré-incaicas e inca.

A Mostra ficará no Sistema de Bibliotecas e Informação (SBI) – Prédio H13 Superior – durante 30 dias.

 

Machu Picchu – A Cidade Perdida dos Incas” consiste em imagens datadas de meados de 1920, que retratam as construções agrícolas (barragens) e urbanas (edifícios).  Também mostram a localização, o anoitecer e o amanhecer do Santuário de Machu Picchu, uma das maiores realizações arquitetônicas e artísticas da história da humanidade. Retratam, ainda, a importância da água e das flores para o ritualismo inca.

Machu Picchu é considerada modelo de cidade sustentável pelos sistemas de infraestrutura adotados e sistemas de muros de arrimo, pela implantação amigável com o meio ambiente, e, enfim, pelo registro das técnicas construtivas dos Arquitetos e Engenheiros incas.

Martín Chambi, um dos primeiros grandes fotógrafos latino-americanos autenticamente indígenas, é reconhecido pelo seu portentoso valor artístico, histórico e documental. Em 1979, o MOMA (Museu de Arte Moderna) de Nova York realizou uma impactante retrospectiva, deslumbrando críticos, fotógrafos e apaixonados pela arte. Desde então, a obra de Martín Chambi ganhou o mundo e angariou uma multidão crescente de admiradores.



Portal Puc-Campinas
3 de novembro de 2015