Observatório PUC-Campinas
Observatório
PUC-Campinas
Facebook
Central de
Atendimento
ao Aluno

Presidente da OAB Campinas considera a criação do Mestrado em Direito como um marco para a cidade

Daniel Blikstein destacou a importância do Curso para a comunidade jurídica

 

Com a notícia de que a PUC-Campinas recebeu aprovação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) para a criação do Mestrado em Direito na Universidade, o presidente da Ordem dos Advogados (OAB) de Campinas e também docente da Instituição, Prof. Dr. Daniel Blikstein, se manifestou, considerando a iniciativa como um diferencial para o município.

“Em uma metrópole como Campinas, reconhecida como um grande centro do conhecimento e inovação, a criação do Curso de Mestrado em Direito na PUC-Campinas é uma iniciativa valorosa, de grande importância, em especial para a comunidade jurídica da cidade. Temos um universo de 12 mil advogados que certamente buscam o aprimoramento e atualização constante do conhecimento para o exercício profissional e para o próprio crescimento na carreira e esse novo Curso será um marco na história da cidade”, destacou.

O Programa de Pós-Graduação (PPG) Stricto Sensu em Direito deve iniciar sua primeira turma no primeiro semestre de 2019, e tem como área de concentração Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, que é sustentada por duas linhas de pesquisa: Direitos Humanos e Políticas Públicas e Cooperação Internacional e Direitos Humanos, que se articulam de forma plena por realizarem pesquisas a partir do paradigma jurídico do desenvolvimento social.

Entre os objetivos do Mestrado em Direito estão formar pesquisadores e docentes, capacitar o pesquisador para compreender o Direito sob uma perspectiva crítica, seja no âmbito do Direito internacional, de integração ou interno, estimular a capacidade de reflexão, aperfeiçoar a formação profissional, e também consolidar a PUC-Campinas como referência na pesquisa em Direito tanto em nível nacional, quanto internacional.

O Mestrado em Direito da PUC-Campinas terá duração de quatro semestres, com a exigência do cumprimento de 32 créditos pelos alunos, distribuídos na estrutura curricular. As informações do processo seletivo serão divulgadas em breve, mas contemplará prova dissertativa, prova de suficiência de língua estrangeira, análise de currículo, análise de projeto de pesquisa e entrevista.


Pesquisar

Veja também

Déficit da balança comercial na RMC fecha em US$ 7,98 bilhões em 2018

Cursos de Atualização na área de Engenharia estão com inscrições abertas

Inscrições abertas para Curso de Atualização na área de Educação

Cursos de Atualização na área ambiental estão com inscrições abertas

6ª Chamada da Lista de Espera do Vestibular 2019