Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Existem terrenos públicos em Campinas que constam como praças, mas na prática não têm infra-estrutura de lazer. É o caso de uma área de 9 mil metros quadrados na Chácara da Barra, situada em fundo de vale na confluência da rua Dr. Gustavo Rodrigues Pereira Dutra com a avenida Jesuíno Marcondes Machado. Mas se depender da disposição dos moradores, o terreno será ocupado por uma praça de fato. Os marcos iniciais já se encontram no local: sete esculturas doadas por alunos de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Campinas.

As esculturas foram realizadas pelos estudantes no primeiro semestre deste ano, nas atividades práticas da disciplina Geometria Aplicada, ministradas pelos professores Sidney Tamai e Fábio Guzzeti. Em torno delas, a Associação dos Moradores da Chácara da Barra e Adjacências realiza neste sábado e domingo, 22 e 23/07, das 10h às 20h, uma festa julina, na qual darão início ao processo de construção da praça.

“Normalmente, as esculturas feitas pelos alunos são integradas aos ambientes externos dos campi da Universidade. Mas as autores das sete esculturas ficaram sabendo do movimento dos moradores e acharam justo doá-las para estimular a iniciativa”, diz o professor Sidney Tamai.

Segundo Heraldo Cassange Ortiz, integrante da Associação dos Moradores da Chácara da Barra e Adjacências, a doação se constitui em importante estímulo ao projeto. “As obras dos universitários, além do valor estético, têm importância simbólica e deram grande ânimo ao nosso movimento. A partir de agora, aos poucos vamos urbanizar o terreno. Começaremos pela construção de uma pista de caminhada e de um playground”, diz ele.

Serviço
Mais informações sobre a construção comunitária da praça no Bairro Chácara da Barra podem ser obtidas com o próprio Ortiz pelos telefones 3251-2637 e 9119-0150.



Portal Puc-Campinas
20 de julho de 2006