Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

PUC-Campinas está entre as quatro melhores universidades privadas do Estado

Ranking Universitário da Folha (RUF) classifica 196 instituições brasileiras a partir de indicadores de pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação

 

A PUC-Campinas se destaca entre as quatro melhores universidades particulares do Estado de São Paulo e entre as 11 melhores universidades privadas do país, segundo o Ranking Universitário Folha (RUF) 2018.

O ranking, criado em 2012, pela Folha de São Paulo, faz uma avaliação anual do Ensino Superior no Brasil, classificando 196 instituições brasileiras, públicas e privadas, a partir de indicadores de ensino, pesquisa, inovação, internacionalização e mercado.

De acordo com o Pró-Reitor de Graduação da PUC-Campinas, Prof. Dr. Paulo Moacir Godoy Pozzebon, o ranking pode ser considerado um importante indicador de qualidade. “A posição da PUC-Campinas entre as melhores instituições particulares revela a preocupação com a qualidade de ensino da Universidade, que busca sempre inovar em seus processos e incentivar a pesquisa”, destaca.

As informações que compõem os indicadores de avaliação do RUF são coletadas pela Folha nas bases do Censo da Educação Superior do Inep-MEC, Enade, SciELO, Web of Science, Inpi, Capes, CNPq, fundações estaduais de fomento à ciência e em duas pesquisas anuais feitas pelo Datafolha.

 

Vestibular

As inscrições para o Vestibular 2019 da PUC-Campinas estão abertas até o dia 07 de outubro de 2018.

As provas serão realizadas nos dias 19 – específicas de Arquitetura e Urbanismo e Direito – e 20 de outubro – Prova Geral para todos os Cursos.  No dia 9 de novembro, será a prova específica do Curso de Medicina, para os candidatos convocados.

Informações sobre o Processo Seletivo − Vestibular 2019 da PUC-Campinas poderão ser obtidas no Portal da Universidade − http://www.puc-campinas.edu.br/estudenapuccampinas/

As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, pela Internet.



Silvia Perez de Freitas
3 de outubro de 2018