Objetivos

- Formar e qualificar docentes e pesquisadores para ampliar a produção do conhecimento em Educação com vistas à atuação profissional na Região Metropolitana de Campinas e no Brasil;

 

- Produzir pesquisas qualificadas sobre Práticas Pedagógicas, Formação de Professores, Gestão e Avaliação de políticas em educação;

 

- Produzir e divulgar o conhecimento científico em Educação, seja por meio de participação seletiva em atividades promovidas por sociedades e organismos da área de educação, nacionais e internacionais, seja por meio de periódicos qualificados pelo sistema QUALIS/CAPES;

 

- Disseminar e socializar o conhecimento produzido objetivando contribuir para o aprimoramento das políticas, programas e projetos de caráter educacional, elaborados pelo poder público nos três níveis de governo e/ou no âmbito do setor privado.

Histórico

A proposta do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação da PUC-Campinas foi elaborada no início dos anos 90, tendo obtido recomendação da CAPES/MEC em 1997. Da criação do Programa até o ano de 2006, a Área de Concentração foi Ensino Superior e as Linhas de Pesquisa: Estudos em Avaliação, e Universidade, Docência e Formação de Professores.

 

A partir da promulgação da Lei nº. 9394/96, que estabeleceu as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, houve várias alterações nas políticas educacionais do país, o que trouxe reflexos imediatos nas problematizações dos projetos de pesquisa dos docentes e nos interesses de investigação que moviam os candidatos a procurarem Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu. Diante desse quadro, o Corpo Docente Permanente do Programa elaborou uma Proposta Pedagógica, que, tendo sido aprovada pelo Conselho Universitário em 30/11/2006, passou a vigorar a partir de 2007, contemplando a Área de Concentração: Educação, e as Linhas de Pesquisa: Estudos em Avaliação, e Práticas Pedagógicas e Formação do Educador.

 

A partir de 2010, em busca de aprimoramento constante e em consonância com as orientações da Comissão da Área de Educação da CAPES/MEC, o Corpo Docente Permanente do Programa prosseguiu discutindo o Projeto Pedagógico do Curso, tendo, então, elaborado uma proposta, readequando as Linhas de Pesquisa e algumas disciplinas, que, aprovada na 470ª Reunião do Conselho Universitário, realizada em 22/09/2011, contempla a Área de Concentração: Educação, e as Linhas de Pesquisa: Formação de Professores e Práticas Pedagógicas, e Políticas Públicas em Educação.

 

Esta proposta curricular reestruturada passa a vigorar, então, para os ingressantes a partir de 2012.

Público Alvo

- Profissionais da área de educação e afins.

 

- Profissionais graduados em Ensino Superior interessados nas questões educacionais.

Processo Seletivo

Período de Inscrições: 1º a 31 de outubro de 2016

documentos necessários - clique aqui

 

O Processo de Seleção é composto das seguintes fases:
- 1ª fase eliminatória: prova de conhecimentos e suficiência em língua estrangeira, além de prova de suficiência em língua portuguesa para candidatos estrangeiros;
- 2ª fase eliminatória: entrevista;
- 3ª fase classificatória: média geral obtida a partir das notas parciais da prova de conhecimentos, do anteprojeto, do currículo e da entrevista.

 

Calendário do Processo Seletivo:

 

Prova escrita de conhecimentos específicos
10/11/2016 (das 9h às 12h)

 

Exame de suficiência em língua estrangeira
10/11/2016 (das 14h às 17h)
Opção: inglês

 

11/11/2016 (das 9 às 12h)

Opção: espanhol

 

11/11/2016 (das 14h às 17h)

Opção: francês

 

Exame de suficiência em língua portuguesa (para candidatos estrangeiros)
10/11/2016 (das 19h às 21h)

 

Divulgação dos resultados da 1ª fase (eliminatória)
18/11/2016

 

Entrevistas

Obs.: As entrevistas poderão, a critério da Banca Examinadora do Processo Seletivo, ser realizadas a distância, por meio da internet.
21/11/2016 a 02/12/2016

 

Publicação dos resultados classificatórios
05/12/2016

 

Todo o processo de seleção será realizado no endereço abaixo:

PUC-CAMPINAS - Prédio do Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (CAMPUS I)
Programa de Pós-Graduação em Educação
Rodovia Dom Pedro I, km 136 - Parque das Universidades - Campinas/SP

 

Bibliografia recomendada:

 

Linha de Pesquisa: Formação de Professores e Práticas Pedagógicas (referências obrigatórias para a prova de conhecimentos)

 

ANDRÉ, Marli. Pesquisas sobre formação de professores: tensões e perspectivas do campo. In: FONTOURA, Helena Amaral; SILVA, Marco (Orgs.). Formação de professores, culturas: desafios à Pós-graduação em Educação em suas múltiplas dimensões. E-book online. X Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sudeste. Anped Sudeste, 2011.

BAUER, Adriana. Formação continuada de professores e resultados dos alunos no SARESP: propostas e realizações. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 809-824, dez. 2011.

DAVIS, Claudia Leme Ferreira et al. Formação continuada de professores em alguns estados e municípios do Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 144, Dez. 2011.

DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. O campo de pesquisa sobre formação de professores. In: SOUZA, João Valdir Alves de; DINIZ, Margareth; OLIVEIRA, Míria Gomes (Org.). Formação de professores (a) e condição docente. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2014, p. 101-119.

FRANCISCO Marcos Vinicius, MILITÃO Silvio Cesar Nunes, MILITÃO Andréia Nunes, PERBON, Fabio. Educação e diversidade na agenda educacional: da Conferência Nacional de Educação de 2010 a 2014, o que mudou? Revista Educação PUC Campinas. Campinas19(2):13-26, mai./ago., 2014.

FREITAS, Luiz Carlos de. Eliminação adiada; o ocaso das classes populares no interior da escola e a ocultação da (má) qualidade de ensino. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 965-987, out. 2007.

GATTI, Bernadete A. Análise das políticas públicas para formação continuada no Brasil, na última décadaRevista Brasileira de Educação, v. 13, n. 37, p. 57-70, 2008.

GATTI, Bernardete A. Formação de professores no Brasil: características e problemasEducação & Sociedade,  Campinas,  v. 31, n. 113, p. 1355-1379, Dec.  2010.

MEGID, M. A. B. A. O processo de adesão de professoras dos anos iniciais ao uso de narrativas na formação docente em matemáticaRevista Educação PUC Campinas. Campinas, v. 18, p. 301-310, 2013.

OLIVEIRA, Romualdo P. de. Da Universalização do Ensino Fundamental ao Desafio da Qualidade: uma análise histórica. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial p. 661-690, out. 2007.

ROCHA, Maria Silvia Pinto de Moura Librandi; PEROSA, Graziela Serroni da. Notas Etnográficas Sobre a Desigualdade Educacional Brasileira. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 29, n. 103, p. 425-449, maio/ago. 2008.

SAVIANI, Dermeval. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, Campinas/SP: Autores Associados. v. 14, nº 40, p.143-155, jan/abril 2009.

SCALCON, Suze. O pragmatismo e o trabalho docente profissionalizadoPerspectiva, Florianópolis, v. 26, n. 2, 489-521, jul./dez. 2008.

TASSONI, E. C. M.; FERNANDES, J. O Programa Ler e Escrever: uma experiência no 4º e no 5º anoRevista Educação PUC Campinas. Campinas, 20(1):13-26, jan./abr., 2015.

 

Linha de pesquisa: Políticas Públicas em Educação (referências obrigatórias para a prova de conhecimentos)

 

AZANHA, José Mario Pires. Democratização do ensino: vicissitudes da ideia no ensino paulista.Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30. nº 2, 2004, pp. 335-344.

BONAMINO, Alicia; SOUSA, Sandra Zákia. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, vol.38, n.2, 2012, pp. 373-388.

CALDERON, Adolfo Ignacio; POLTRONIERI, Heloisa; BORGES, Regilson Maciel. Os rankings na educação superior brasileira: políticas de governo ou de estado?. Ensaio: aval.pol.públ. Educ. [online]. 2011, vol.19, n.73, pp. 813-826.

GATTI, Bernardete A. Formação de professores no Brasil: características e problemasEducação & Sociedade,  Campinas,  v. 31, n. 113, p. 1355-1379, Dec.  2010.

HÖFLING, Eloisa de Mattos. Estado e Políticas (Públicas) Sociais. Cadernos Cedes, ano XXI, nº 55, 2001.

MARTINS, Edivaldo Cesar Camarotti; CALDERÓN, Adolfo Ignacio. Boas práticas escolares e avaliação em larga escala: a literatura ibero-americana em questão. Estudos em Avaliação Educacional (Online), v. 26, p. 264-293, 2015.

MENDONÇA, Samuel. Problemas e Desafios para a Produção do Conhecimento em Educação: Fundamentos Filosóficos. Educ. Foco, Juiz de Fora, v. 20, n. 2, p. 71-94, jul. 2015/out, 2015.

NARDI, Elton; SCHNEIDER, Marilda Pasqual; RIOS, Mônica Piccione Gomes. Qualidade na Educação Básica: ações e estratégias dinamizadoras. Educação e Realidade, v. 39, p. 359-390, 2014.

PEREZ, José Roberto Rus. Por que pesquisar implementação de políticas educacionais atualmente? Educação e Sociedade, v.31, nº 113, 2011, pp. 1179-1193.

PIRES, André. Renda familiar e escolaridade dos pais: reflexões a partir dos microdados do ENEM 2012 do Estado de São Paulo. ETD. Educação Temática Digital, v. 17, p. 523-541, 2015.

SCHNEIDER, M. P. Pesquisa em política educacional: desafios na consolidação de um campo. Revista de Educação PUC-Campinas, v. 1, p. 05-13, 2014.

SIME POMA, Luis. Aportes para contextualizar la meritocracia en las políticas y culturas docentes. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, v, 2, p. 111-119, maio/ago, 2014.

TREVISOL, Maria Teresa Ceron et al. Ações e estratégias com incidência nas práticas pedagógicas: implicações na qualidade da educação. Roteiro, Joaçaba, Edição Especial, p. 193-214, 2015.

VITORINO, Artur José Renda. A didática como diferenciador das diferenças pelas potências dos possíveis. Pro-Posições,  Campinas, v. 26, n. 1, p. 123-137, Apr.  2015.

VITORINO, A. J. R. Local, nacional e universal nos estudos históricos de Educação Comparada: o caso das Ações Afirmativas na era genômica. Educar em Revista (Impresso), v. 52, p. 291-303, 2014.

 

 

Documentos Necessários

- Preenchimento do Formulário de Inscrição on-line
- Currículo Lattes *
- Histórico e Diploma **, ou Declaração de Conclusão de Curso de Graduação no ano corrente (por exemplo: Certidão de Pressuposta Conclusão de Curso de Graduação) ***
- CPF e RG
- Foto 3x4
- Anteprojeto de Pesquisa – 3 vias

 

* Uma cópia impressa do Currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq, documentado e com cópia das produções bibliográficas.
** Só serão aceitos os diplomas de graduação emitidos em outros países, desde que revalidados no Brasil, de acordo com a legislação vigente.

*** OBS.: por ocasião da matrícula, o candidato selecionado deverá, obrigatoriamente, apresentar Histórico e Diploma, ou Certidão de Conclusão de Curso.


Forma de apresentação do Anteprojeto de Pesquisa:
O Anteprojeto de Pesquisa deverá, obrigatoriamente, vincular-se a uma das linhas de pesquisa, (i) Formação de Professores e Práticas Pedagógicas ou (ii) Políticas Públicas em Educação, baseando-se nas referências bibliográficas indicadas. Itens para elaboração do Anteprojeto de Pesquisa: título, linha de pesquisa, introdução teórica e problematização, objetivos específicos, método e procedimentos metodológicos, resultados esperados, cronograma e referências bibliográficas. A introdução teórica e o problema devem referir-se a um tema que tenha articulação com uma das linhas de pesquisa e devem contemplar uma revisão da literatura, a partir de uma base de dados reconhecida como, por exemplo, Scielo (http://www.scielo.org), Scielo Educ (http://educa.fcc.org.br/scielo.php) ou Banco de Tese da CAPES (http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/).

 

Como guia-orientador para a elaboração do Anteprojeto, sugere-se o texto:
MEGID NETO, Jorge. Como elaborar projetos de pesquisa em educação. In: KLEINKE, Maurício U.; MEGID NETO, Jorge.(orgs.). Fundamentos de matemática, ciências e informática para os anos iniciais do ensino fundamental – Livro III. FE/ Unicamp. 2011.

 

Como guia-orientador para a revisão bibliográfica, sugere-se o texto:
BARIANI, I. C. D.;  DIAS, C. G.; MIRANDA, I. de; COLOSSO, M.; ROSA, M. M. Z.; MARCIANO, R. P.; VILELE, R. R. Orientações para busca bibliográfica on-line. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) • Volume 11, Número 2, Julho/Dezembro 2007.

 

Aspectos formais para a apresentação do Anteprojeto de Pesquisa:
Na capa devem constar os seguintes dados: nome do candidato, título, linha de pesquisa e ano. A fonte recomendada para a elaboração do Anteprojeto de Pesquisa é: Arial 12. O espaçamento entre linhas deve ser de 1,5. O papel deve ser A4. É preciso numerar as páginas no alto à direita. A forma de citações (curtas ou longas) e as referências devem ser feitas de acordo com as normas da ABNT. Formatação: margens superior e esquerda = 3 cm, margens direita e inferior = 2 cm. Grampear o texto na parte superior esquerda. Apresentar o Anteprojeto de Pesquisa em três vias.

 

Entrega da Documentação:
Os documentos devem ser entregues no período de 1º de outubro a 01 de novembro na Secretaria Acadêmica do Programa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (ATENÇÃO: em função das datas de realização do Vestibular 2017 da PUC-Campinas, não será possível a entrega de documentos na Secretaria Acadêmica do Programa no dia 21 de outubro, sexta-feira). Também serão aceitos os documentos enviados via correio para o endereço indicado abaixo, desde que a postagem ocorra até o dia 31 de outubro. Obs: a inscrição será indeferida se as regras institucionais não forem cumpridas.

 

Procedimento para confirmação da inscrição:
A inscrição será validada apenas e tão somente por ocasião da entrega dos documentos comprobatórios na Secretaria Acadêmica do Programa, além do pagamento da taxa de inscrição. Após o preenchimento e envio do Formulário de Inscrição on-line no portal da PUC-Campinas, será fornecida a opção de pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

 

Endereço:
PUC-Campinas
Programa de Pós-Graduação em Educação – Prédio CCHSA – Campus I
Rodovia Dom Pedro I, km 136
Parque das Universidades – Campinas – SP
CEP 13086-900
Telefone: (19) 3343-7409

- CAPES/MEC: Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares.

- PUC-Campinas/Reitoria: isenção de 50% no valor da mensalidade escolar.

Anualmente, a PUC-Campinas realiza o processo de seleção para ingresso de novos alunos regulares nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu. Regularmente, as inscrições ocorrem em outubro e a seleção em novembro.

O Processo de Seleção contempla as seguintes etapas:


- Prova dissertativa de conhecimentos da área;
- Análise pontuada do curriculum vitae do candidato;
- Prova de suficiência em língua estrangeira;
- Análise pontuada do anteprojeto de pesquisa;
- Entrevista.

 

Número de vagas fixado anualmente, pela Reitoria, ouvida a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Para a conclusão (*) do Mestrado em Educação, visando o título de Mestre, são necessários um total de 32 créditos, assim distribuídos:

 

1) 02 disciplinas obrigatórias de 03 créditos, perfazendo um total de 06 créditos;
2) 03 disciplinas eletivas de 03 créditos, perfazendo um total de 09 créditos;
3) 03 módulos de Seminários Avançados de Pesquisa, todos obrigatórios, perfazendo um total de 09 créditos;
4) Aprovação em Exame de Qualificação: até o final do terceiro semestre de curso de Mestrado, o aluno deverá submeter seu projeto de dissertação a um Exame de Qualificação.
5) Dissertação: 08 créditos.

 

(*) Para a obtenção do título de Mestre, além do cumprimento dos créditos elencados acima, o aluno deve cumprir integralmente as disposições constantes do Regulamento Geral dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu.

 

A duração mínima do Mestrado em Educação é de 12 e a máxima de 24 meses.

Desse modo, a progressão do curso distribui-se da seguinte forma:


1º semestre 2º semestre 3º semestre 4º semestre
Obrigatória (1) Obrigatória (2) Eletiva (3) Orientação
Eletiva (1) Eletiva (2) SAP (3) -
SAP (1) SAP (2) Orientação -
Orientação Orientação - -

 

LISTA CLASSIFICATÓRIA DE CANDIDATOS APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO 2017

CURSO DE MESTRADO EM EDUCAÇÃO

 

CANDIDATOS APROVADOS

 

1º    Ingrid Julliane Freires Sartori Barbosa

2º    Ana Luiza Santinato Faria

3º    Christianne Barbosa Stegmann

4º    Juana Marques Pereira Curi

5º    Ana Clara Freire

6º    Priscila Vitória Camargo

7º    Camilla de Caprio Villanova

8º    Renata de Souza Pires

9º    Bárbara Sparapan

10º   Maria Luisa Cassaniga Alves de Lima

11º   Mariana Cristina Buratto Pereira

12º   Inês Aparecida Buglini Casarin

13º   Leila Orssolan Aboud

14º   Ivo Giannini

15º   André Alves Januário

16º   Alex Sander Alves dos Santos

17º   Jaqueline Macedo Nobre

18º   Benedito Carlos Florêncio Silva

 

CANDIDATOS EM LISTA DE ESPERA (EM ORDEM ALFABÉTICA)

 

Denise Gonçalves Giunco

Denise Tebaldi de Oliveira

Juliana Tarcinalli Souza da Silva

Lúcio César de Mattos Serrano

Marcela Aparecida Moreira Araújo

Marco William Romero

Viviane Cristina Doná Batistel

 

ATENÇÃO

 

Os 18 primeiros candidatos aprovados estão sendo convocados às vagas disponíveis. A lista de espera apresenta os candidatos em ordem alfabética. A chamada dos candidatos desta lista ocorrerá de acordo com a disponibilidade de vagas dos orientadores.

 

Esta classificação não é válida para atribuição de Bolsas de Estudos, pois haverá, para este fim, um processo seletivo específico, no início do ano letivo de 2017. 

 

Os 18 primeiros candidatos convocados deverão comparecer no dia 15 de dezembro de 2016, às 14h00, no Prédio do Bloco C, Complexo CCHSA, Sala nº 302, no Campus I da PUC-Campinas, para uma reunião com o Coordenador do Programa, Prof. Dr. Samuel Mendonça. 

 

Os candidatos não aprovados poderão retirar sua documentação na Secretaria do Programa no prazo de 02 meses, a contar a partir do dia 05 de dezembro de 2016; após essa data, os documentos serão incinerados.

Disciplinas

  • AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a Avaliação da Aprendizagem estabelecendo as relações entre planejamento e os diversos elementos que constituem o processo de ensino. Analisa os fatores intra e extra escolares que permeiam o processo avaliativo. Examina a prática avaliativa, evidenciando seus fundamentos teórico-metodológicos e criando um quadro de referências que suscite a reelaboração crítica da avaliação da aprendizagem.

  • AVALIAÇÃO DE PROJETOS, PROGRAMAS E POLÍTICAS EDUCACIONAIS

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Analisa os fundamentos da Avaliação de Políticas, Programas e Projetos de caráter público e, em uma perspectiva crítica, experiências realizadas em processo, visando oferecer subsídios para a elaboração de modelos operacionais.

  • CRIANÇA, ESCOLA E PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a construção dos conceitos de infância e criança, bem como o processo de institucionalização das escolas de Educação Infantil no Brasil, em seus aspectos histórico, político, social, econômico, cultural e ideológico. Analisa questões referentes à formação dos professores de Educação Infantil, ressaltando-se a importância de sua profissionalização.

  • CULTURA E EDUCAÇÃO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a correlação entre cultura e educação, atendo-se aos autores denominados de intérpretes do Brasil e construtores da realidade brasileira.

  • DIDÁTICA E METODOLOGIA DE ENSINO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os fundamentos teóricos e metodológicos relacionados à docência, discutindo a relação destes com as práticas de ensino em seus diferentes níveis.

  • DISSERT MESTRADO-EDUCAÇÃO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 360

    Ementa:

  • EDUCAÇÃO BRASILEIRA

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a educação brasileira em seu processo histórico de constituição, com ênfase nos aspectos sócio-políticos, econômicos e culturais.

  • EDUCAÇÃO COMPARADA NO CAMPO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Realiza o estudo das investigações que visam compreender as políticas públicas em educação nos espaços de Estados-Nações por meio da análise histórico-comparada de comunidades imaginadas entre o espaço-mundo e o espaço estados-nação, cujas estruturas organizacionais são intensificadas pelas relações entre pesquisadores, volume de informações e construção de redes.

  • EDUCAÇÃO E REFORMA DO ESTADO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as políticas educacionais no contexto das reformas do Estado na sociedade capitalista.

  • EDUCAÇÃO, ESTADO E DEMOCRACIA

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Trata dos fundamentos teóricos e filosóficos da constituição do Estado e da Democracia no contexto da sociedade moderna, Estudando a Educação no contexto dos direitos humanos.

  • EPISTEMOLOGIA DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os fundamentos da pesquisa científica e a estruturação do conhecimento na área das ciências humanas e sociais. Enfatiza os aspectos metodológicos referentes à pesquisa em educação.

  • EPISTEMOLOGIA PRAT ALFABETIZA,LETRAM E NUMERAM

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Analisa os fundamentos teóricos e metodológicos das práticas pedagógicas de alfabetização, letramento e numeramento. Discute tendências sobre a produção de conhecimento na área da alfabetização e da educação matemática, identificando concepções a elas subjacentes.

  • ESCOLA E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AFETIVO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as dimensões cognitivas e sócio-afetivas do desenvolvimento infantil no âmbito da educação básica. Aborda a produção do conhecimento acerca dos processos de autorregulação da aprendizagem e da importância de práticas pedagógicas que favoreçam a autonomia das crianças.

  • ESCOLA, MEMÓRIA E CULTURA ESCRITA

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as práticas, usos e representações da escrita na escola. Discute as relações entre escrita, memórias e materiais escolares, bem como a escola como espaço de produção cultural.

  • ESTÁGIO DOCÊNCIA NA GRADUAÇÃO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 30

    Ementa:

  • ESTÁGIO DOCÊNCIA NA GRADUAÇÃO II (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 30

    Ementa:

  • ESTUDOS EM AVALIAÇÃO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os procedimentos utilizados pela escola para avaliar a aprendizagem de conteúdos atitudinais, procedimentais e conceituais, a partir das diferentes dimensões das relações interpessoais estabelecidas no contexto escolar, analisando-as na perspectiva de uma educação para autonomia.

  • ÉTICA, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E O DIREITO A EDUCAÇ

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Investiga os fundamentos éticos das políticas educacionais e o direito à educação, enquanto princípio constitucional expresso na forma de políticas públicas, à luz de uma sociedade democrática. Enfatiza conceitos como a liberdade, a igualdade, a justiça, a participação e a diversidade.

  • FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Promove a reflexão filosófico-educacional, enfocando as dimensões antropológicas, axiológicas e epistemológicas presentes na prática educativa.

  • FORMAÇÃO DE PROFESSORES E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as teorias e tendências da formação de professores e suas implicações nas práticas pedagógicas, com ênfase na Estudagem histórico-crítica de educação.

  • GESTÃO DA EDUCAÇÃO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a gestão da educação no contexto da Administração da Educação como campo de conhecimento, Estudando a sua trajetória histórica, a institucionalização da gestão democrática como princípio constitucional norteador da política educacional do Estado Brasileiro.

  • LÍNGUA ESPANHOLA - EXAME SUFICIÊNCIA (M-D)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 45

    Ementa:

  • LÍNGUA FRANCESA - EXAME SUFICIÊNCIA (M-D)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 45

    Ementa:

  • LÍNGUA INGLESA - EXAME SUFICIÊNCIA (M-D)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 45

    Ementa:

  • LÍNGUA PORTUGUESA - EXAME SUFICIÊNCIA (M-D)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 45

    Ementa:

  • ORIENTAÇÃO DISSERTAÇÃO MESTRADO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa:

  • PESQUISA COLABORATIVA E O USO DE NARRATIVAS EM INVESTIGAÇÕES

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: A disciplina tem como foco os estudos relacionados às práticas colaborativas, grupos colaborativos e a pesquisa colaborativa, sua constituição e fundamentos metodológicos. Também traz subsídios para o uso de narrativas como recurso de coleta de dados e na escrita narrativa de investigações.

  • PESQUISA E LINGUAGEM

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a linguagem como instrumento e como objeto na pesquisa qualitativa em educação. Discute metodologias de produção e tratamento de material empírico relativo aos processos de linguagem.

  • PLANEJAMENTO AVALIAÇÃO DOS SISTEMAS EDUCACIONAIS

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os aspectos históricos, políticos, ideológicos, culturais e técnicos do planejamento e da avaliação dos sistemas educacionais na sociedade capitalista contemporânea.

  • POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as políticas educacionais no Brasil com ênfase para o processo histórico de constituição do sistema de ensino e suas relações com o federalismo brasileiro. Analisa as Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e as perspectivas das políticas atuais em relação à educação.

  • POLÍTICAS FORMAÇÃO PROFESSORES TRABALHO DOCENTE

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as políticas de formação de professores, suas implicações na formação profissional e suas relações com a organização do trabalho no mundo contemporâneo.

  • POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda políticas públicas que, de maneira direta ou indireta, vinculam o enfrentamento da pobreza e/ou do subdesenvolvimento ao incremento da educação.

  • POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda as políticas públicas e a intervenção estatal na garantia de direitos; a formulação e implementação de políticas educacionais, bem como o planejamento e avaliação de políticas públicas.

  • PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS EM PESQUISAS COM CRIANÇAS

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Investiga as especificidades de pesquisas na área da Educação que incluam crianças como participantes. Estuda a diversidade de procedimentos metodológicos para produção de material empírico a partir da análise de pesquisas clássicas e contemporâneas.

  • PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os fundamentos psicológicos do fenômeno educativo tal como se constituiram historicamente, desembocando na abordagem histórico-cultural como chave para pensar propostas na área.

  • PSICOLOGIA E PROCESSOS EDUCATIVOS

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda os fundamentos psicológicos do fenômeno educativo segundo a Estudagem histórico-cultural. Realiza discussões sobre os aspectos históricos, culturais e sociais implicados na constituição e no desenvolvimento dos sujeitos. Enfatiza as repercussões do trabalho escolar sobre a formação de alunos e professores.

  • SEMINÁRIO AVANÇADO DE PESQUISA I (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Analisa e acompanha o delineamento de projetos de pesquisa dos alunos (mestrado e doutorado), priorizando os aspectos epistemológicos e metodológicos. Promove reflexões acerca das temáticas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa institucional.

  • SEMINÁRIO AVANÇADO DE PESQUISA II (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Analisa e acompanha o delineamento de projetos de pesquisa dos alunos (mestrado e doutorado), priorizando os aspectos epistemológicos e metodológicos. Promove reflexões acerca das temáticas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa institucional.

  • SEMINÁRIO AVANÇADO DE PESQUISA III (M)

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Analisa e acompanha o delineamento de projetos de pesquisa dos alunos, em especial projetos de dissertação, priorizando os aspectos epistemológicos e metodológicos. Promove reflexões acerca das temáticas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa institucional.

  • TEORIA DO CURRÍCULO E POLÍTICAS CURRICULARES

    Semestre: 01

    Carga Horária: 135

    Ementa: Estuda a evolução do conceito de currículo e as tendências curriculares, com ênfase nas questões contemporâneas de currículo e suas expressões nas práticas da educação básica e superior, e analisa as políticas curriculares.

Formação e Trabalho Docente

Os estudos realizados no grupo buscam analisar a formação de professores da educação básica e suas práticas pedagógicas, sobretudo as referentes à Educação Infantil e aos anos iniciais do Ensino Fundamental. Há especiais investimentos no exame crítico da formação inicial e continuada de professores, nas relações destas com as práticas pedagógicas concretizadas na vida da escola e da sala de aula, na vida das crianças e das famílias. As abordagens teóricas que fundamentam as pesquisas realizadas pelos participantes do grupo são, prioritariamente: a tendência Histórico-crítica (na Pedagogia) e a teoria Histórico-cultural (na Psicologia). As produções dos pesquisadores tem sido publicadas em livros integrais, em capítulos de livros, artigos em periódicos indexados e divulgadas através de apresentação em eventos científicos. Os participantes do grupo realizam, também, assessorias a Secretarias de Educação (em Campinas, Amparo, Itatiba e Pedreira) e tem tido, regularmente, oportunidade de ministrar cursos e palestras para professores, equipes gestoras e educadores das redes de ensino estadual e municipais.

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • ELVIRA CRISTINA MARTINS TASSONI
  • HELOISA HELENA OLIVEIRA DE AZEVEDO
  • JUSSARA CRISTINA BARBOZA TORTELLA
  • MARIA AUXILIADORA BUENO ANDRADE MEGID
  • MARIA SILVIA PINTO DE MOURA L DA ROCHA

Gestão e Políticas Públicas em Educação

O grupo, tem seus antecedentes no grupo Qualidade de Ensino, criado em 1998, pelo Dr. Newton Cesar Balzan,pesquisador senior do CNPq. Investiga a política, o planejamento, a gestão e a avaliação da educação básica e superior, com o propósito de subsidiar discussões mais amplas de política de educação em nosso país. Os projetos executados no grupo abordam as seguintes temáticas: a) programas de transferência de renda e suas relações com a educação; b) estudos de avaliação educacional na educação básica e c) política de avaliação da educação superior. Compõe o grupo, três professores titulares do Programa de Pós Graduação em Educação da PUC-Campinas, 3 doutorandos, 12 mestrandos 3 bolsistas de iniciação científica. O grupo conta com o apoio de agências de fomento tais como CAPES, CNPq e FAPESP, participa de importantes associações científicas nacionais e internacionais (ABAVE, ANPAE, ALAS) e de redes de pesquisa nacionais e internacionais (REIPPE, RIIED, GILATE).

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • ADOLFO IGNACIO CALDERÓN
  • ANDRE PIRES
  • MONICA PICCIONE GOMES RIOS

Política e Fundamentos da Educação

O grupo investiga aspectos relativos aos fundamentos da educação no contexto das políticas públicas em educação, linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação. Os projetos dos pesquisadores, em desenvolvimento no grupo, no biênio (2016-2017) são: (i) "Da Filosofia à Educação: conhecimento de si, cuidado de si, inquietude de si", "O Ensino de Filosofia como Política Pública e a questão do conhecimento para o Ensino Médio: Base Nacional Comum Curricular em análise", "Educação e o problema da individuação pelo conceito de diferença pura", "O Estado-nação e a relação igualdade/ liberdade na questão étnico-racial: investigação das relações entre liberdade e igualdade existentes nas políticas públicas antirracistas em educação efetivadas no Brasil". Houve o desenvolvimento de um projeto no contexto do PNPD da CAPES, intitulado: "Políticas públicas em educação: autossuperação em educação inclusiva no contexto do ensino de artes", por Mariana Baruco Machado Andraus.

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • ARTUR JOSE RENDA VITORINO
  • SAMUEL MENDONÇA

Formação de Professores e Práticas Pedagógicas

Estuda a formação inicial e continuada de professores da Educação Básica e suas práticas pedagógicas, enfocando os processos de ensino-aprendizagem e de profissionalização docente, articulados com os contextos socioculturais em que ocorrem.

Políticas Públicas em Educação

Estuda os fundamentos e a atuação do Estado na perspectiva da garantia da Educação como direito social nos diversos níveis e modalidades de ensino, enfocando os processos de formulação, planejamento, implantação, gestão e avaliação das políticas públicas relacionadas com educação.

Data de defesaTítuloAutorOrientadorTipo de documento
  • Programa de Pós-Graduação em Educação
    Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado
  • Coordenador
    SAMUEL MENDONÇA
  • Área de Concentração
    Educação
  • Local Campus I
  • Avaliação CAPES Visitar Página Oficial

Manifestação de Interesse

  • SECRETARIA DO CENTRO

Informações

Telefone (19) 3343-7409

 

Email

poseduc.cchsa@puc-campinas.edu.br