Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Inovação é debatida nos Encontros de Iniciação Científica e Desenvolvimento Tecnológico

Na quarta-feira, dia 26 de setembro, haverá palestra sobre Boas Práticas em publicação científica, no Auditório Cardeal Agnelo Rossi, no Campus I

 

A palestra de abertura do XXIII Encontro de Iniciação Científica e VIII Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, ministrada pelo Consultor Externo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Cláudio Violato, nesta terça-feira, dia 25 de setembro, no Auditório Cardeal Agnelo Rossi, no Campus I da PUC-Campinas focou justamente na Inovação.

O palestrante, em parceria com o Coordenador de Área de Pesquisa para Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), Prof. Dr. Hélio M. M. Graciosa, apresentou um histórico sobre o ciclo da inovação até a atualidade das Startups. “O surgimento de Startups está dinamizando a economia, elas nascem na universidade e cada vez mais o mercado precisa delas, por isso, as grandes empresas estão se aproximando das Startups para o novo dinamismo da economia”, destacou Violato.

Em 2018, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da PUC-Campinas apresenta 234 alunos de Iniciação Científica e 127 professores pesquisadores. Possui 9 Programas de Pós-Graduação com 229 alunos dos Cursos de Mestrado, 100 alunos dos Cursos de Doutorado e 10 pós-doutorandos, divididos em 47 Grupos de Pesquisa, que somam 16 teses e 94 dissertações defendidas, além da produção de artigos científicos e participação em Congressos Nacionais e Internacionais.

Para o Reitor da PUC-Campinas, Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior, o evento é uma oportunidade de dar vazão ao trabalho de estímulo à pesquisa que se faz na Universidade. “O Encontro mostra o trabalho que vem sendo realizado na perspectiva de produção de conhecimento que tem como fim trazer benefícios para as pessoas, para a sociedade”, enfatizou.

Durante o evento, foram apresentados 469 trabalhos, sendo 251 em forma de pôster − de alunos que iniciaram o ciclo de trabalho em agosto de 2018 e devem concluí-lo até julho de 2019 −, e 218 em forma de Comunicação Oral − por alunos que completaram um ano de atividades de Iniciação Científica de agosto de 2017 a julho de 2018. Uma oportunidade de divulgação científica para os alunos, docentes e também gestores da Universidade.

A Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Profa. Dra. Alessandra Borin Nogueira, reforçou o caráter interdisciplinar do evento. “O Encontro é uma oportunidade para os estudantes conhecerem os projetos de pesquisa não apenas de suas áreas, mas principalmente de outras áreas do conhecimento. Esse intercâmbio de diferentes visões e pensamento enriquece o trabalho de pesquisa e de construção do conhecimento”.

Durante os dois dias de evento, o XXIII Encontro de Iniciação Científica e o VIII Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação foram apresentadas palestras, mostra de pôsteres, sessões de comunicação oral, oficinas e minicursos.

O Encontro também foi aberto a alunos de Iniciação Científica com outros tipos de bolsa (CNPq Edital, FAPESP e IT/Grupo Engenho).



Silvia Perez de Freitas
25 de setembro de 2018