Observatório PUC-Campinas
Observatório
PUC-Campinas
Facebook
Central de
Atendimento
ao Aluno

Acorda, tu que dormes, Cristo ressuscitou!

Ao longo da Semana Santa, revivemos, na fé, os últimos e decisivos passos de Jesus de Nazaré no cumprimento de sua missão de forjar no mundo o Reino de Deus. Depois de entrar de forma triunfal em Jerusalém, aclamado pelos pequenos e pobres como filho de Davi, Ele, o Príncipe da Paz, protagonizou o drama da paixão. “Esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz” (Fl 2,7-8).

Lavou os pés dos discípulos para ensinar-lhes a arte do serviço desinteressado à vida; na ceia derradeira, deu-lhes o mandamento do amor sem medida, significado no sacramento do seu corpo e sangue; no alto da cruz, perdoou os traidores e malfeitores que o espezinhavam. “Ferido por causa de nossos pecados, esmagado por causa de nossos crimes…ele não abriu a boca. Foi atormentado pela angústia, foi condenado…e foi golpeado até morrer” (Is 53,5-8). Com efeito, em sua vida e em sua morte, “Ele assumiu nossas dores” (Is 53,4).

A identificação profunda do Filho de Deus com a humanidade, iniciada na Encarnação, foi radicalizada na cruz, pois “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1). A propósito, o Papa Francisco recorda que os sofredores do mundo são a própria carne de Cristo, e o texto final da Conferência de Aparecida (n. 65) enumera alguns rostos nos quais se pode vislumbrar o próprio rosto de Cristo maltratado e sofredor: comunidades indígenas e afro-americanas; mulheres; pobres; desempregados; migrantes; deslocados; agricultores sem-terra; pessoas que sobrevivem da economia informal; crianças submetidas à prostituição infantil e ao turismo sexual; crianças vítimas do aborto; pessoas e famílias inteiras que vivem na miséria e passam fome; dependentes de  drogas; pessoas com limitações físicas; portadores e vítimas de enfermidades graves que sofrem com a solidão e a exclusão; pessoas que são vítimas de violências, sequestros, terrorismo, conflitos armados, etc.; presidiários e idosos, entre  tantas outras categorias em cujas vidas, marcadas permanentemente por sofrimento e dor, o drama da paixão do Senhor se prolonga na história.

Todavia, Deus Pai, Senhor da Vida, não permaneceu impassível diante da morte e ressuscitou o Filho (Gl 1,1). Numa antiga homilia, do século IV, conservada na Igreja, o pregador, inspirado, afirmava que “Deus morreu na carne e despertou a mansão dos mortos…O Senhor entrou onde eles estavam, levando em suas mãos a arma da cruz vitoriosa…[E disse aos que lá se encontravam:] “Acorda tu que dormes…Eu sou a vida dos mortos…Levanta-te, ó minha imagem, tu que foste criado à minha semelhança. Levanta-te, saiamos daqui: tu em mim e eu em ti, somos uma só e indivisível pessoa…. Levanta-te, vamos daqui!” (Homilia no grande Sábado Santo, Liturgia das Horas).

A celebração da Páscoa, portanto, é vitória da Vida sobre toda morte e todo mal, e se configura ocasião especial para buscarmos identificar nossa vida com a vida de Cristo que em tudo quis se identificar com a nossa vida, menos no pecado.

Que as celebrações da Páscoa da Ressurreição do Senhor aumentem em todos o amor a Deus e aos irmãos, nos quais o Senhor quer ser encontrado, especialmente nos mais sofridos e desamparados. Que seu convite ressoe forte em nossos corações e mentes e, guiados por sua luz, acordemos, levantemos e saiamos ilesos de tantas situações de morte que diuturnamente ameaçam a dignidade e sustentabilidade da vida humana.

Feliz Páscoa da Ressurreição para toda a Comunidade Universitária!

Pe. João Batista Cesário

Pastoral Universitária




Pesquisar



Próximos eventos


maio
25
sáb
dia inteiro XLV Puccíada 2019
XLV Puccíada 2019
maio 25 – jun 4 dia inteiro
XLV Puccíada 2019
O evento esportivo no Complexo Esportivo da Faefi começa dia 25, com o Futebol Society Feminino, que terá a grande final no dia 29. No[...]
maio
27
seg
dia inteiro Momento Mariano
Momento Mariano
maio 27 dia inteiro
Momento Mariano @ Campus I e II
O Departamento de Pastoral Universitária oferece à comunidade universitária um breve encontro de reflexão e oração sobre Nossa Senhora, a ser realizado todas as segundas-feiras. Na[...]
maio
28
ter
dia inteiro III Redes Digitais e Culturas At...
III Redes Digitais e Culturas At...
maio 28 – maio 30 dia inteiro
III Redes Digitais e Culturas Ativistas @ Campus I
Redes Digitais e Culturas Ativistas é um evento elaborado pelo Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte da PUC-Campinas. Sua primeira edição foi realizada[...]

Estude na PUC-Campinas

Inscrições para o Vestibular de Inverno da PUC-Campinas estão abertas até 9 de junho

Universidade divulga calendário do Processo Seletivo – Vestibular 2020

Universidade divulga o Resultado do Novo Vestibular 2019

PUC-Campinas divulga o Resultado da 4ª Chamada Vestibular Social 2019

Veja a lista de aprovados nos Cursos de Especialização

Veja também

Revista de Nutrição, editada pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, publica novo volume

Dom João Inácio Müller, novo Arcebispo de Campinas, visita a cidade pela primeira vez

1ª Mostra de Inovação e Empreendedorismo expõe trinta projetos de alunos da Universidade

Faculdade de Turismo promove ‘1º Festival Mundo na Praça’ para celebrar os 45 anos de história

Universidade sedia IV Fórum Temático de Redes Organizacionais