Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Novo Vestibular

Acervo em português sobre a Coreia do Sul é lançado com a colaboração de estudantes da PUC-Campinas 

Coreiapedia reúne conteúdo sobre a história e a cultura sul-coreana. Alunos de Relações Internacionais participam da construção

O Coreiapedia, maior acervo em português sobre a Coreia do Sul, foi lançado em dezembro com a participação de alunos da Faculdade de Relações Internacionais da PUC-Campinas. Idealizado pelo consulado coreano em São Paulo, o site reúne informações sobre a história e a cultura sul-coreana. (Clique para conferir)

A construção da página, que cumpriu etapas de levantamento de temas, produção de conteúdo, elaboração de verbetes e pesquisas para animações, foi acompanhada por alunos de RI da PUC-Campinas, previamente selecionados de acordo com o conhecimento e o engajamento sobre a cultura coreana. Também participaram deste processo estudantes e docentes da ESPM.

Conteúdos relativos à história do país asiático, bem como artigos que discorrem sobre Segunda Guerra Mundial; Nacionalismo; Manifestações da Resistência; Impacto da Ocupação Japonesa; Disputa pelo Extremo Oriente etc.; já estão disponíveis no site. Ao longo do ano, o Coreiapedia receberá novos textos e animações.

“É uma iniciativa que nos dá visibilidade e reconhecimento. Reforça também o compromisso da Universidade em ampliar as oportunidades de desenvolvimento para os nossos estudantes”, diz a Profa. Me. Kelly Ferreira, docente da Faculdade de Relações Internacionais da PUC-Campinas.

A aproximação da PUC-Campinas com o governo coreano teve início em meados de 2019, com a visita do então cônsul Hak You Kim à Universidade. Mais recentemente, em setembro, o atual Cônsul-Geral da República da Coreia do Sul em São Paulo, Insang Hwang, esteve na Instituição para conhecer projetos de internacionalização. O objetivo é estabelecer parcerias de interesse mútuo, como programas de intercâmbio e estágios para alunos em empresas coreanas situadas no Brasil.



Vinícius Purgato
2 de fevereiro de 2022