Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Tese de Doutorado da PUC-Campinas recebe menção honrosa em prêmio CAPES

Estudo sobre corredor urbano Campinas-Sorocaba ganhou destaque na modalidade de Arquitetura, Urbanismo e Design

Por Elton Mateus Felix

A tese de doutorado desenvolvida na Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (POSURB-ARQ) da PUC-Campinas por Anderson Dias Almeida Proença, sob orientação do Prof. Dr. Wilson Ribeiro dos Santos Júnior, recebeu menção honrosa no 15º Prêmio CAPES de Tese, na categoria Arquitetura, Urbanismo e Design. O resultado foi publicado no início do mês de outubro, no Diário Oficial da União. Neste ano, houve um número recorde de 1.421 candidatos. Entre as 49 áreas contempladas, dois estudos de cada formação ganharam destaque com a menção.

O então professor efetivado na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Anderson Proença, conta que a tese teve raízes no mestrado, também cursado na PUC-Campinas sob a orientação do Prof. Dr. Wilson “Caracol”, em 2013. Proença enxerga a menção como algo muito significativo. “Foi a coroação de um trabalho árduo e de um percurso acadêmico”, expressa o doutor.

O orientador, Prof. Dr. Wilson Caracol, ressalta a importância do reconhecimento dentro de um Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu ainda novo como o POSURB-ARQ, aprovado em 2017 pela CAPES e implantado em 2018. “Foi um importante reconhecimento do trabalho que estamos realizando”, diz Caracol.

A tese de doutorado, intitulada “Vetores urbano-regionais no Estado de São Paulo: o caso do Corredor Urbano Campinas-Sorocaba”, apresentada em 2019 pelo Prof. Anderson Proença, ganhou forma ao longo dos anos e questiona o que é urbano contemporaneamente. Mesmo antes da graduação em Piracicaba, o pesquisador já se interessava em compreender o funcionamento, as infraestruturas e desigualdades das cidades.

Proença, que cresceu na baixada santista, diz ter se deparado com algo novo ao se mudar para a Região Metropolitana de Campinas: uma urbanização dispersa, composta por diferentes cidades que funcionalmente fazem parte de uma mesma vivência, sem limites visíveis entre um município e outro.

Esse cenário, segundo o pesquisador, acarreta uma fluidez, também vivida pela população que transita diariamente pela região, impulsionada por alguns fatores, como a presença de um aeroporto, indústrias e mão de obra qualificada. Por outro lado, Proença aponta problemáticas materiais na vida das pessoas com relação ao transporte público, moradia e questões ambientais.

“Há uma estrutura política territorial arcaica que não dá conta de acompanhar essas mudanças territoriais, sociais e econômicas na vida das pessoas”, explica Proença, que defende um olhar a partir dessa articulação entre distintos polos para compreensão.

O orientador da tese, Prof. Dr. Wilson Caracol, toma como exemplo as mudanças em torno da Rodovia Santos Dumont ao longo dos anos para refletir sobre a importância do estudo. A região, onde antes predominavam campos de cultivo, passou a ser disputada por empresas. “A pesquisa implica influenciar a adoção de políticas públicas. Afeta as decisões sobre como atender da melhor forma a população, a indústria e a agricultura”, diz Caracol.



Vinícius Purgato
13 de outubro de 2020