Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Relacionamento Área do aluno
Vestibular 2022

Tendências e habilidades profissionais para o mercado de inovações são debatidas em lives comemorativas de 80 anos da PUC-Campinas

Palestras de especialistas, que reuniram mais de 350 pessoas, estão disponíveis no Portal da Universidade

As lives sobre inovação e empreendedorismo, realizadas nos dias 28 e 29 de abril como parte das comemorações de 80 anos da PUC-Campinas, debateram as tendências e as habilidades profissionais exigidas para o mercado de inovações. Acompanhadas por mais de 350 pessoas pelo Microsoft Teams, as palestras estão agora disponíveis no site da Universidade.

Tendo a inovação e o empreendedorismo como um de seus eixos estratégicos, a PUC-Campinas organizou o evento com o propósito de conectar executivos, pesquisadores, empreendedores e investidores. A abertura contou com a presença do CEO da Ipsos no Brasil, Marcos Calliari, cuja trajetória profissional inclui passagens pela AmBev, Souza Cruz e English Town. Ele discursou sobre os impactos da pandemia nas tendências e no empreendedorismo.

O profissional enfatizou que as relações com a tecnologia foram alteradas no contexto pandêmico e que algumas mudanças devem permanecer, entre elas a permanência do trabalho remoto em várias atividades e o crescimento do comércio on-line. Outras cinco megatendências, segundo o conferencista, foram fortemente impactadas ou aceleradas pela pandemia: autenticidade das marcas; busca por simplicidade e propósito; reações às desigualdades e incertezas; cuidados com a saúde; e ascensão de novas tecnologias.

Neste cenário, o Brasil finalizou o ano de 2020 com o maior número de empreendedores de sua história. Segundo o Portal do Empreendedor, houve aumento de 13% no registro de MEIs, que agora somam 11,3 milhões. Outras oportunidades estão surgindo, afirma Calliari, principalmente em negócios on-line que exploram as áreas de entretenimento, conectividade, privacidade e consentimento, acessibilidade e confiabilidade.

De acordo com o palestrante, startups que desejam aproveitar essas tendências devem apostar em informação e trabalho colaborativo. “O primeiro passo é ter dados. Investir em informação é fundamental para a tomada de decisão e para o empreendedorismo. A troca de experiências também é fator preponderante: quanto mais ajuda, mais capaz a gente vai ser de explorar tendências. O ambiente de inovação exige colaboração”, diz o CEO.

Dando continuidade aos debates, o diretor de Inovação e Novos Negócios da Amcham Brasil, Marcelo Rodrigues, ministrou palestra complementar ao abordar as habilidades e competências do profissional para o mercado de inovação. O executivo apontou que uma das prioridades do mercado está em encontrar talentos adequados para uma nova economia mais digital, ágil e flexível.

Apesar de os avanços tecnológicos culminarem na substituição de mão de obra humana por máquinas, Rodrigues reforça a importância das pessoas no contexto da inovação. O palestrante diz que a transformação digital está relacionada com estratégia, liderança e novas formas de pensar. “A inteligência artificial não está produzindo humanos. Temos que ser agentes dessa transformação”, destaca.

Para isso, ele diz que a aquisição das habilidades listadas pelo Fórum Econômico Mundial é fundamental aos profissionais contemporâneos. São elas: pensamento analítico; aprendizagem ativa e estratégias de aprendizado; resolução de problemas; pensamento crítico; criatividade; liderança; uso, monitoramento e controle de tecnologias; programação; resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade; raciocínio lógico; inteligência emocional; experiência do usuário; foco no cliente, avaliação de sistemas; e persuasão e negociação.

Assista às palestras clicando aqui.

80 anos PUC-Campinas

A PUC-Campinas comemora, no dia 7 de junho de 2021, seus 80 anos de atividade, firmando-se como uma das mais importantes instituições de ensino do Brasil. Uma das sete pontifícias universidades católicas brasileiras, a Universidade promoverá uma série de atividades durante todo o ano para celebrar as oito décadas dedicadas ao ensino, em que se formaram mais de 200 mil profissionais em diversas áreas.

Entre as atividades comemorativas do Jubileu de Carvalho estão previstas exposições, lançamentos de livros, encontros, webinários, lives, feiras, apresentações artísticas e cerimônias religiosas festivas.

Saiba mais em www.puc-campinas.edu.br/80anos.



Vinícius Purgato
3 de maio de 2021