Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Solenidade de Corpus Christi

Na quinta-feira, dia 15 de junho, a Igreja Católica celebra a Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo – Corpus Christi. Em todas as cidades da Arquidiocese de Campinas haverá Missa, com o tema “Eucaristia: Alimento para a Missão”.

Locais e horários das Missas:

Campinas: Dom Airton José dos Santos, Arcebispo Metropolitano, preside Celebração Eucarística às 16h00, na Praça José Bonifácio, em frente à Catedral Metropolitana. Após a Missa, sairá Procissão pelas ruas Conceição e Barão de Jaguara, até a Basílica Nossa Senhora do Carmo, onde Dom Airton dará a Bênção do Santíssimo Sacramento. Haverá ornamentação na Praça da Catedral e na Praça da Basílica do Carmo. Informações pelo telefone 3231.2085. Dom Airton estará à disposição da imprensa na sala de paramentação às 15h45. Essa Missa será transmitida ao vivo pela Rádio Brasil de Campinas, AM 1270 kHz.

Elias Fausto: Missa às 16h00, na Matriz São José. Após a Missa, sairá Procissão pelas ruas próximas à Igreja. Às 07h30, iniciando com oração na Matriz, terá início a confecção do tapete. Informações na secretaria paroquial, telefone (19) 3821.1361.

Hortolândia: Será celebrada uma Missa em cada Paróquia.

Indaiatuba: Será celebrada uma Missa em cada Paróquia.

Monte Mor: Será celebrada uma Missa em cada Paróquia.

Paulínia: Missa às 16h00, na Matriz Sagrado Coração de Jesus, reunindo as quatro Paróquias da Forania Santa Teresinha do Menino Jesus, de Paulínia e do Distrito de Barão Geraldo. No final da Missa haverá Procissão pelas ruas próximas à Matriz e Bênção do Santíssimo Sacramento. Haverá a confecção do tapete. Informações pelo telefone (19) 3874.2070.

Sumaré: Será celebrada uma Missa em cada Paróquia.

Valinhos: Missa às 09h00, no Centro de Artes, Cultura e Comércio de Valinhos – CACC, ao lado da Rodoviária. Após a Missa, Procissão até a Matriz São Sebastião, com a Bênção do Santíssimo Sacramento. Informações pelo telefone (19) 3871.8882.

Vinhedo: Será celebrada uma Missa, às 16h00, com a participação das quatro Paróquias da cidade de Vinhedo, na Matriz Sant’Ana. Após a Missa sairá Procissão pelas ruas da cidade, retornando à Matriz Sant’Ana, com a Bênção do Santíssimo Sacramento. A partir das 06h00, as comunidades ornamentarão as ruas por onde passará a Procissão. Informações pelo telefone (19) 3886.1972.

A Celebração de Corpus Christi recorda a Instituição da Eucaristia, na Quinta-feira Santa, quando Jesus, sabendo que iriam matá-lo, quis comer a Páscoa com seus apóstolos. Durante a ceia, Jesus tomou o Pão e o Vinho, os abençoou e deu aos seus discípulos, selando definitivamente a aliança de Deus com a humanidade através do seu corpo que seria entregue e do seu sangue que seria derramado. É um convite à manifestação da fé e devoção a este Sacramento de piedade, sinal de unidade, vínculo de caridade. Um dia especial para festejar a presença viva de Jesus Ressuscitado na Eucaristia não foi iniciativa da hierarquia da Igreja. Em 1208, na Diocese de Liègé (atualmente a Bélgica), a monja Agostiniana, Juliana de Mont Cornillon, observando a lua cheia, viu uma mancha escura e recebeu a revelação de Cristo de que aquela mancha era a ausência no calendário de uma festa especial em honra da eucaristia. Recebeu, também, o encargo de promover essa festa. Somente em 1240, o Bispo de Liègé, Roberto, promulgou um decreto estabelecendo a festa em sua diocese, para ser celebrada no segundo domingo depois de Pentecostes. Em 1251 o delegado papal Cardeal Hugues de Saint-Cher inaugurou a festa em Liègé. Daí em diante, a festa passou a ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes. Em 1264, o Papa Urbano IV estendeu a celebração a toda a Igreja. A festa só encontrou lugar seguro no calendário, tornando-se uma das mais populares, 50 anos depois, quando o Papa Clemente V confirmou o decreto de seu predecessor e João XXII o publicou em 1317. A prática das procissões vem do ano de 1279, em Colônia, imediatamente seguida por outras igrejas. A hóstia consagrada era levada pelas ruas e campos, uma homenagem pública a Cristo presente no sacramento. A Celebração retoma, também, a Campanha da Fraternidade, que teve como tema “Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida” e como lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15).

Campinas, 09 de junho de 2017

 



Armando Martinelli Neto
9 de junho de 2017