Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Evento discute atuação dos correspondentes internacionais

 

“Correspondentes internacionais: a reportagem sem fronteiras”. Esse é o tema da Jornada de Jornalismo – 2013, que será realizada nos dias 7 e 8 de maio pela Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas. Jornalistas com experiência internacional estarão presentes para partilhar um pouco da trajetória e, ao mesmo tempo, refletir sobre o papel, a importância e as possibilidades de atuação do profissional de jornalismo como correspondente fora do Brasil.

 

Nomes como Klester Cavalcanti, Luciana Xavier-Vasconcelos, Luiz Carlos Azenha e Natalia Ramos Miranda participarão da jornada. As atividades acontecerão no Auditório Dom Gilberto em dois períodos, manhã e noite, das 8h30 às 11h30 e das 19h30 às 22h30.

 

Confira a programação e o currículo de cada participante.

 

7 de maio, das 8h30 às 11h30

Luiz Carlos Azenha

Jornalista formado  pela USP, atuou na Rede Globo, no SBT e na extinta Manchete. Foi correspondente da Globo em Nova Yorque. Em sua passagem pelos Estados Unidos, foi colaborador da Folha de S. Paulo, da rede norte-americana CNN, da rede canadense CBC e correspondente da Rádio Jovem Pan. Nos anos 80 e 90, cobriu extensivamente a negociação da dívida externa brasileira em Nova York e nas sedes do FMI, Banco Mundial, e no Tesouro Americano, em Washington. Dirigiu a primeira temporada da série Nova África para a TV Brasil. Atualmente, além de trabalhar na Rede Record, mantém o blog Viomundo.

 

7 de maio, das 19h30 às 22h30

Klester Cavalcanti      

Em mais de 18 anos de profissão, trabalhou em revistas e jornais de grande circulação. Foi repórter das revistas VEJA, Viagem e Turismo, VIP, IstoÉ e O Estado de S. Paulo. Recebeu prêmios como o de Melhor Reportagem Ambiental da América do Sul, conferido pela agência Reuters e pela ICUN (International Union for Conservation of Nature), o Natal Prize, o mais importante prêmio de Jornalismo de Direitos Humanos do mundo e o prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos.  " Dias de Inferno na Síria "  é seu quarto livro. Ele também é autor de  " Direto da Selva, Viúvas da Terra "  e  "O nome da morte " , sendo que os dois últimos conquistaram o Prêmio Jabuti de Literatura em 2005 e 2007, respectivamente.

 

8 de maio, das 8h30 às 11h30

Luciana Xavier-Vasconcellos

Formada pela PUC-Campinas, atua no jornalismo há 21 anos, acumulando experiência em TV, jornais e agência de notícias. Foi correspondente em Nova York pela Agência Estado e atualmente trabalha como editora no serviço de notícias econômicas em tempo real, o Broadcast, da mesma Agência. Trabalhou como repórter na Folha de S. Paulo, Correio Popular e foi apresentadora em Campinas da extinta TV Manchete. Morou em Londres, Miami e Sydney, quando deu volta ao mundo, sozinha, de 1999 a 2000. Um pouco da experiência de viagens e crônicas do cotidiano ela conta na coluna  no Portal do Cambuí, onde é colaboradora.

 

8 de maio, das 19h30 às 22h30

Natalia Ramos Miranda

Natural do Chile, estudou jornalismo na Universidad de Santiago de Chile, em Santiago. Começou a carreira trabalhando na United Press International, em Santiago, como tradutora, onde permaneceu por um ano. Em janeiro de 2005 Natalia foi contratada pela agência de notícias francesa Agence France Press, como correspondente internacional. Em Santiago, ela permaneceu por cinco anos. Depois, foi para a Venezuela, onde ficou por dois anos e meio. Ela está no Brasil, em São Paulo, como correspondente internacional há um ano.



Portal Puc-Campinas
6 de maio de 2013