Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Todos os alunos de licenciatura serão beneficiados a partir de 2008; Universidade investe para combater déficit de professores no Brasil

A PUC-Campinas oferecerá, a partir de 2008, bolsas que variam de 10% a 25% para todos os estudantes dos seus dez cursos de licenciatura. O reitor da Universidade, Padre Wilson Denadai, diz que a medida é um investimento da PUC-Campinas para ajudar a diminuir o déficit de 250 mil professores existente hoje no Brasil, o que pode provocar um apagão na educação. “Professor é uma das profissões do futuro porque uma nação só se desenvolve se houver investimento em educação”, ressalta.

De acordo com o reitor, a PUC-Campinas vem cumprindo um planejamento que alia investimentos em infra-estrutura e a permanente qualificação de suas atividades. Padre Wilson Denadai diz que as grandes obras estruturais planejadas já estão em fase de conclusão e que, agora, os recursos de investimento podem ser orientados para projetos dessa natureza. “Como Universidade comunitária e confessional, essa é a nossa missão”, frisa.

O reitor lembra que a PUC-Campinas nasceu como Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, portanto, tem a vocação e a missão de formar professores, sendo, inclusive, a pioneira no interior do Estado de São Paulo neste trabalho. O pró-reitor de Graduação, Germano Rigacci Júnior, afirma que uma das missões da PUC-Campinas é atender as demandas sociais e oferecer condições para que os alunos se formem docentes e possam lecionar. “Atenta e fiel à sua tradição de formar professores, a PUC-Campinas cumpre, assim, a sua missão institucional. É a nossa contribuição para enfrentar a carência de docentes no país”, diz.

Terão bolsa de 25% sobre o valor da mensalidade os alunos de Filosofia, História, Ciências Sociais, Matemática, Letras e Geografia. A bolsa de 15% será ofertada aos estudantes de Ciências Biológicas. A de 10% valerá para os alunos de Pedagogia, Educação Física e Artes Visuais. Todos esses cursos habilitam os profissionais formados a seguir a carreira de professor.

Neste ano de 2007, os cursos de licenciatura da PUC-Campinas têm 2.580 alunos. Este número deve mudar em 2008 em razão da chegada dos aprovados no vestibular e da formatura das turmas que cursam o último ano. Para 2008, a Universidade oferece 1.180 vagas em seus dez cursos de licenciatura.

Segundo o reitor da PUC-Campinas, a iniciativa atende também a apelos feitos pelo poder público nos níveis municipal, estadual e federal para que haja envolvimento e compromisso efetivos das instituições de ensino superior na formação de professores. Em Campinas, a rede municipal de ensino sofreu com a falta de 120 professores na volta às aulas, em agosto. Em nível estadual, o ex-secretário de Educação Gabriel Chalita já havia convocado as universidades para serem parceiras na formação de docentes.

O quadro se repete no Ensino Médio em todo o Brasil. Tanto que o ministro da Educação, Fernando Haddad, lançou, em abril de 2005, o Plano Emergencial para enfrentar a Carência de Professores no Ensino Médio: Chamada Nacional. Na XIV Assembléia Geral Ordinária da Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (ABRUC), realizada na PUC-Campinas no último dia 28 de maio, o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Ronaldo Mota, ressaltou o papel de parceira das universidades comunitárias no atual cenário do ensino no país.

COMO É E COMO FICARÃO AS MENSALIDADES (*)

Valores em reais e referentes à mensalidade de 2007

Curso Valor atual Valor com bolsa % da bolsa

Artes Visuais 790,00 711,00 10%

Ciências Biológicas 878,00 746,00 15%

Ciências Sociais 597,00 448,00 25%

Educação Física 866,00 779,00 10%

Letras 810,00 608,00 25%

Filosofia 644,00 483,00 25%

Geografia 676,00 507,00 25%

História 671,00 503,00 25%

Matemática 652,00



Portal Puc-Campinas
12 de setembro de 2007