Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

PUC-Campinas lamenta a perda do Maestro Oswaldo Antônio Urban

O maestro ajudou a fundar a Orquestra e o Coral Universitário da PUC-Campinas e foi regente do Coral PIO XI por 70 anos

 

A PUC-Campinas lamenta a perda do Maestro Oswaldo Antônio Urban, que faleceu na tarde de terça-feira, dia 4, após três dias de internação em um hospital da cidade.

Oswaldo Antônio Urban graduou-se em Filosofia, Direito e fez Orientação Educacional pela PUC-Campinas, onde lecionou por 18 anos e ajudou a fundar, nas décadas de 60 de 70, a Orquestra e o Coral Universitário.

O Maestro regeu por 70 anos o Coral PIO XI, o que lhe rendeu o título de “regente há mais tempo à frente de um mesmo coral”, outorgado pelo Ranking Brasil.

Urban nasceu em 1919 na cidade de Leme, a cerca de 90 km de Campinas. Seus pais eram músicos e passaram para toda família essa paixão. Ele estudou também no Conservatório Musical Maestro Julião, em São Paulo, e fez curso de música em Nápoles, na Itália.

Orquestra Sinfônica Universitária

Em 1960, associou-se ao Professor Luiz di Tullio, também convidado pelo Reitor, para formar uma Orquestra Sinfônica na Universidade. Seus alunos, que cultivavam a música clássica, constituíram grande parte dos primeiros e segundos violinos da orquestra.

A Orquestra Universitária teve fim com o falecimento do Maestro Luiz di Tullio durante um ensaio da Orquestra e do Coral para a formatura da turma de Engenharia, em 1977.

Coral Universitário

O Coral era composto de alunos voluntários das várias Faculdades que compunham a PUC-Campinas. Ele foi fundado pela natureza da Faculdade de Música, com os alunos que estavam estudando. Mas isso se estendeu para os outros cursos.

O Maestro Urban também compôs o hino para a solenidade de inauguração do Campus I, em 1973, que, na época, foi executado pelo Coral e pela Orquestra Universitária.



Silvia Perez de Freitas
5 de setembro de 2018