Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

PUC-Campinas e Unicamp estudam aumentar a sustentabilidade e a cooperação acadêmica entre as instituições

DSC_3488

Imagens cedidas Unicamp

A PUC-Campinas fez uma visita de cortesia à Unicamp na última sexta-feira, com o objetivo de ampliar a integração entre as duas instituições. As universidades pretendem criar um grupo de trabalho para tornar as instituições mais sustentáveis e aumentar a cooperação na área acadêmica, que já existe entre ambas.

Durante a visita, a Unicamp informou que está trabalhando em um projeto prospectivo para que a Fazenda Argentina, sediada na universidade, possa ser a semente de um hub (uma catalizadora) internacional para desenvolvimento sustentável. Sendo que a ideia desse hub é trazer o tema da sustentabilidade de uma maneira mais global para o município, para o Estado de São Paulo e para integrar uma agenda mundial.

A PUC-Campinas também já trabalha com a sustentabilidade no projeto Campi Inteligentes, que busca inovar na tratativa dos problemas enfrentados e aumentar a sustentabilidade dos espaços e melhorar a vida da comunidade. Esse projeto contempla cinco dimensões sobre as quais novos projetos estarão sendo desenvolvidos, são elas: Energia, Água e Resíduos, Mobilidade, Segurança e Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Na área de cooperação acadêmica, durante a visita, as duas universidades se mostraram interessadas em aumentarem o fluxo de trânsito entre seus alunos, com a possibilidade de os estudantes de uma instituição cursarem disciplinas eletivas em outra.

Participaram da reunião os Reitores Germano Rigacci Júnior (PUC-Campinas) e Marcelo Knobel (Unicamp), o vice-reitor Pe. José Benedito de Almeida David (PUC-Campinas), a Coordenadora Geral da Unicamp, Teresa Dib Zambon Atvars, os Pró-Reitores de Graduação Paulo Moacir Godoy Pozzebon (PUC-Campinas) e Eliana Amaral (Unicamp), o chefe de Gabinete, Joaquim Bustorff (Unicamp) e o responsável pelo Plano Diretor da Unicamp, Marco Aurélio Pinheiro Lima.



Silvia Perez de Freitas
3 de maio de 2018