Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Vestibular 2023

PUC-Campinas completa 50 anos de reconhecimento como pontifícia

O título foi concedido em 1972 pelo Papa Paulo VI e é dada a instituições de ensino superior reconhecidas diretamente pela Santa Sé

A PUC-Campinas completou no dia 8 de setembro 50 anos de reconhecimento como universidade pontifícia. O título foi concedido em 1972 pelo Papa Paulo VI e é dada a instituições de ensino superior reconhecidas diretamente pela Santa Sé. O reconhecimento é regido pelo Código de Direito Canônico, dentro da constituição apostólica comandada pelo Papa.

Atualmente, a PUC-Campinas é uma das sete pontifícias universidades brasileiras. A história da PUC-Campinas começou no dia 7 de junho de 1941, quando nasceu a primeira unidade da Universidade, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. A Diocese de Campinas adquiriu, na época, o antigo casarão de propriedade de Joaquim Polycarpo Aranha, conhecido por Barão de Itapura.

Em 1955, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras passou a ser Universidade Católica, reconhecida pelo Conselho Federal de Educação, até virar uma pontifícia em 1972.

Atualmente, com mais de 60 cursos de graduação, 13 de pós-graduação stricto sensu e centenas de cursos de atualização e especialização, a PUC-Campinas é primeira instituição de ensino privada de São Paulo e a terceira do Brasil com maior número de cursos 5 estrelas no ranking do Guia da Faculdade 2020, divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo, e a melhor particular do interior do estado pelo RUF (Ranking Universitário da Folha) 2019.

O World University Ranking 2023, feito consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), colocou a Universidade entre as melhores do mundo e a única instituição privada brasileira fora das capitais entre as sete particulares que entraram na lista.



Marcelo Andriotti
8 de setembro de 2022