Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Vestibular 2023

PUC-Campinas celebra 81 anos com missa: “Ser sal e luz é a missão da comunidade cristã, portanto, também é missão da Universidade”

Cerimônia no Campus II da Universidade contou com a presença do Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior e membros da comunidade acadêmica

A PUC-Campinas celebrou na manhã desta terça, dia 7 de junho, a missa em homenagem aos 81 anos de história da Universidade. A cerimônia, realizada na Igreja Nossa Senhora da Esperança, no Campus II, foi conduzida pelo Padre Antônio Douglas de Moraes, coordenador da Pastoral Universitária, e reforçou o papel importante da PUC-Campinas na sociedade, estimulando a busca pelo conhecimento, desenvolvimento humano e social para a construção de um mundo melhor.

A missa contou com a presença do Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior, do Superintendente do Hospital da PUC-Campinas, Antônio Celso de Moraes, Pró-Reitores e Pró-Reitoras da Universidade, corpo técnico, administrativo e docentes.

O Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior fez questão de relembrar a importância dos mais de 200 mil egressos que passaram pela Universidade nesses anos de história e citou uma frase do Papa Francisco para falar da gratidão, importância e dedicação a Universidade. “Devemos ter gratidão pelo passado, ter paixão pelo presente e ter esperança pelo futuro. E nós queremos manifestar nossa gratidão aos 81 anos de história dessa nossa Universidade, que chegou até aqui com muito esforço, trabalho e dedicação de muitos homens e mulheres, seja na docência, seja como estudantes, colaboradores, em diversos níveis e instâncias da Universidade. Chegamos a cerca de 200 mil egressos, frutos dessa história, que estão por todas partes do país e fora do país, atuando e levando a marca da nossa formação”, afirmou.

Durante a celebração, o Evangelho falou sobre a luz e o sol, abordados na homilia do Padre Douglas, que destacou a importância de ser luz e sal na sociedade, bem como dentro da Universidade. “Somos sal que dá sabor e marca a diferença. Sal que faz com que o mundo seja mais justo e mais fraterno. Na nossa comunidade da PUC, somos chamados a fazer a diferença, como o sal. Trata-se de uma missão muito bonita e importante. Dar ao mundo, ao ambiente que nós vivemos, para as pessoas, este sabor. O sabor de Deus”, refletiu.

Segundo o Pároco, é importante que a fragilidade e a discrição do sal e da luz estejam presentes no nosso cotidiano. “Sal e luz são frágeis e discretos. O sal, quando usado para temperar os alimentos, dissolve-se, fica invisível. A luz não faz barulho, não se pode tocar. Jesus também pede isso para seus discípulos. Ser sal e luz é a missão da comunidade cristã. Portanto, também é missão da Universidade”, completa.

O Superintendente do Hospital da PUC-Campinas, Antônio Celso de Moraes, também reforçou a importância do aniversário da Diocese de Campinas, que comemora 114 anos na mesma data. “A razão de todos nós estarmos aqui, é por causa da Igreja de Campinas. Temos de pedir pra Deus, na sua infinita misericórdia, que continue a mandar operários, padres, irmãs religiosas e leigos para que a gente continue trabalhando no que Jesus pede pra gente ser nesse evangelho: ser sal e luz”.

Confira na íntegra a missa de aniversário da PUC-Campinas, 81 anos:

https://www.youtube.com/watch?v=aBzdTAJdLz8



Carlos Giacomeli
7 de junho de 2022