Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Vestibular 2023

PUC-Campinas assina convênio de projeto de moradia para idosos

Protótipo deverá ser construído no Campus I junto à sede do Vitalità

A PUC-Campinas assinou na tarde deste dia 1º de setembro um convênio com a construtora Bild & Vitta Desenvolvimento Imobiliário. O objetivo é construir no Campus I um protótipo de unidade habitacional voltada especialmente para atender às necessidades de idosos. A iniciativa servirá de apoio a um projeto desenvolvido dentro da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade, que busca criar um modelo de referência para habitação da longevidade.

O projeto “Habitar 60+: Modelo de Referência Para Habitação da Longevidade” é coordenado pelo Prof. Me. Caio de Souza Ferreira, da Faculdade/Centro: Arquitetura e Urbanismo. A cooperação técnica entre a empresa e a Universidade deve começar já em setembro, com estudos em fontes primárias e secundárias para elaboração de modelo simulado de moradia.

O evento contou com a participação do Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior, do Vice-Reitor Prof. Dr. Pe. José Benedito de Almeida David, o Pró-Reitor de Extensão Prof. Dr. Rogério Bazi, o Prof. Caio Ferreira e os sócios da empresa nos empreendimentos em Campinas, Marlon Vitorino Gonsales e Alex Terras Barbalho.

“Tanto a empresa quanto a Universidade estão saindo na frente na busca dessa criação de moradias que tragam conforto e segurança para esse público 60+, que está crescendo e será maioria da nossa população a partir de 2040”, disse o Reitor.

Marlon Gonsales também destacou esse pioneirismo, lembrando que ainda não existem empreendimentos específicos para esse público. “Vamos participar desde a concepção do projeto até a construção do protótipo. Os mais de 800 cadastrados nas atividades do Vitalità serão um importante banco de dados para dar subsídios ao projeto, queremos fazer não apenas um imóvel, mas um lar para as pessoas 60+. Certamente seremos referência para o setor da construção”, disse.

Durante todo o segundo semestre técnicos e especialistas das duas partes devem fazer a socialização de materiais, dados e informações internas dos estudos desenvolvidos por ambos para a elaboração do modelo simulado de moradia para pré-teste no processo de pesquisa.

O projeto também terá a participação e dos alunos e especialistas. Em dezembro deverá ser apresentado o esboço do protótipo de moradia para início da construção.

“A participação de uma grande construtora com a Bild mostra também o interesse do mercado imobiliário em oferecer produtos de qualidade para esse público, que está crescendo cada vez mais no Brasil e em todo o mundo”, disse o professor.

O protótipo deverá ser construído em 2023 em uma área junta à sede do Vitalità, o Centro de Envelhecimento e Longevidade da PUC-Campinas. O centro desenvolve cursos, oficinas, atividades culturais, profissionalizantes e de empreendedorismo, voltados ao público 60+. Também estimula o desenvolvimento de pesquisas voltadas às necessidades de idosos.

A proposta, futuramente, é que esse tipo de moradia para essa população faça parte de condomínios de convívio e de rede solidária.



Marcelo Andriotti
1 de setembro de 2022