Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Lead, sub-lead e corpo do texto. Os termos utilizados nas redações dos veículos de comunicação de todo o País são desmistificados pelo projeto de extensão promovido pela PUC-Campinas e coordenado pelo docente da Faculdade de Jornalismo, Prof. Me. Fabiano Ormaneze.

 

O trabalho é feito com cerca de 20 adolescentes que frequentam o Centro de Assistência Social (CAS) Copiosa Redenção, localizado na segunda região mais populosa de Campinas, o Campo Grande, na região noroeste da cidade.

 

O projeto de extensão tem como objetivo desenvolver atividades com a participação da comunidade assistida pela instituição, visando ensinar aos envolvidos como acontece a produção de um jornal e como é feito o trabalho do jornalista. A partir dessa atividade, o grupo vai produzir um jornal para a região. A expectativa é uma tiragem de 4 mil exemplares, a partir de 2015. Os participantes do projeto serão responsáveis por todas as etapas, desde a pauta à diagramação.

 

Para chegar a esse resultado, os adolescentes também participam de oficinas, análise de jornais e revistas já existentes e do levantamento das necessidades e das características do público que vive na região do Campo Grande.

 

As oficinas incentivam os alunos à leitura e ao entendimento das necessidades do bairro em que residem. Com o aprendizado os alunos também deverão refazer o site e a fan page da instituição, inclusive com a produção de notícias e vídeos sobre a região.

 

Para o responsável pelo projeto e docente da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas, Prof. Me. Fabiano Ormaneze, a comunicação comunitária, além de auxiliar que os alunos sintam-se parte de um grupo, é uma forma de expressão das lutas, reivindicações e da cultura de determinado grupo social ao qual pertencem. “A grande mídia relega às comunidades socialmente desfavorecidas o espaço apenas do folclórico e da violência, deixando de retratá-las apenas como um grupo cultural”, analisa.

 

O projeto chamado de “Comunicação comunitária e cidadania: práticas educomunicativas no Centro de Assistência Social Copiosa Redenção” foi aprovado pelo Programa de Extensão Universitária do Ministério da Educação – ProExt e terá duração até dezembro de 2015.

 

“A comunicação social é uma importante diretriz para a construção da cidadania e da democracia”, fundamenta Ormaneze.

 

A instituição

 

O CAS Copiosa Redenção está localizado no Parque Itajaí e iniciou suas atividades em março de 2010. Auxilia famílias, crianças, jovens e adultos em vulnerabilidade social, com o objetivo de promover a integração familiar pelo compartilhar das experiências e maior convivência; oferecendo atendimento socioeducativo em grupo, com acompanhamento de assistente social, psicóloga e pedagoga. Ao todo, cerca de 200 pessoas são atendidas mensalmente pela entidade. Entre os projetos mantidos pela instituição estão programas de geração de renda, atendimento e acompanhamento psicopedagógico e inclusão digital.

 

Clique aqui e assista matéria da TV PUC-Campinas.



Portal Puc-Campinas
27 de janeiro de 2015