Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital e Maternidade Celso Pierro da PUC-Campinas estabeleceu novo protocolo para redução de transfusões sangüíneas em cirurgia cardíaca. Com as novas medidas técnicas houve uma redução no uso de transfusão de sangue de 75% para 35% do total de pacientes que são submetidos ao procedimento cirúrgico. “A vantagem de não usar sangue é enorme, pelo menor risco de contrair doenças infecciosas, por diminuir o tempo de internação hospitalar, e, também, com a redução de sangue nos estoques dos hospitais, é uma iniciativa para o uso mais criterioso dos hemoderivados”, afirma o cirurgião cardíaco, Gustavo Calado.

Segundo Calado este protocolo inclui diversas mudanças no sistema de circulação extracorpóreo, ou seja, no sistema da máquina que substitui o pulmão e o coração durante o procedimento cirúrgico, implantado desde 2001.

O estudo com o tema Análise de Protocolo para Redução de Hemoderivados em Cirurgia Cardíaca foi classificado, entre os cinco melhores temas-livres, do total de 800 trabalhos inscritos, no Congresso Brasileiro de Cardiologia, realizado no dia 8 de setembro, em Curitiba.

Com a nova análise do protocolo para redução de transfusões sangüíneas em cirurgia cardíaca, o Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital da PUC-Campinas, atualmente, recebe visitas de cirurgiões cardíacos do Brasil, interessados em conhecer e utilizar o novo protocolo.



Portal Puc-Campinas
24 de setembro de 2008