ENGENHARIA DE SOFTWARE

Sobre o Curso

O curso de Engenharia de Software – Bacharelado tem o objetivo de formar profissionais qualificados para atuar na área de Tecnologia da Informação (TI), com o foco principal no desenvolvimento de software aplicativo (ver o Perfil do Egresso).
O currículo do curso propicia uma sólida formação para que o profissional possa atuar em projeto, desenvolvimento, implantação e manutenção de software e de infraestrutura; em aplicação de software para a melhoria de processos de negócios e para a solução de problemas que demandem o uso de TI, individualmente ou em equipe; em gestão de projetos e de áreas relacionadas à TI; em inovação de produtos de software, por meio da compreensão das necessidades da sociedade atual; em ações de empreendedorismo na área de TI, por meio da compreensão das perspectivas de negócios e oportunidades; em projetos de banco de dados, assim como, análise e manipulação de dados, sejam eles provenientes de redes sociais ou do ambiente empresarial.
O curso visa atender à demanda de empresas que necessitam de profissionais qualificados na área, com um alto índice de empregabilidade e não tem a intenção de habilitar o aluno para a obtenção do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).
Titulação conferida: Bacharel em Engenharia de Software

Perfil do Egresso

Atualmente, a sociedade utiliza, constantemente, os produtos da área de TI para ganhar produtividade e eficiência nas tarefas cotidianas. Os mais diversos segmentos da sociedade se beneficiam com a utilização desses produtos, como, por exemplo, o governo, o setor financeiro, a educação, a medicina, a indústria, o comércio, entre outros. Portanto, os profissionais da área de TI precisam ter um perfil adequado para atuar nesse mercado de trabalho.

 

As Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Computação (CNE/CES no 136/2012) descrevem o perfil do egresso em termos de duas dimensões: o seu perfil propriamente dito e as suas competências e habilidades gerais.

 

Essas dimensões devem ser contempladas por meio da relação entre os conteúdos ministrados em cada disciplina da grade curricular do Curso e as suas contribuições ao perfil desejado. Portanto, de acordo com essas Diretrizes, “espera-se dos egressos dos cursos de Engenharia de Software que:

1. possuam sólida formação em Ciência da Computação, Matemática e Produção, visando a criação de sistemas de software de alta qualidade de maneira sistemática, controlada, eficiente que levem em consideração questões éticas, sociais, legais e econômicas;
2. sejam capazes de criar soluções, individualmente ou em equipe, para problemas complexos relacionados aos domínios de conhecimento e de aplicação;
3. sejam capazes de agir de forma reflexiva na construção de software, compreendendo o seu impacto direto ou indireto sobre as pessoas e a sociedade;
4.  entendam o contexto social no qual a construção de software é praticada, bem como os efeitos dos projetos de software na sociedade;
5. entendam os aspectos econômicos e financeiros, associados a novos produtos e organizações;
6. entendam a importância da inovação e da criatividade e compreendam as perspectivas de negócios e oportunidades relevantes.”

 

Ainda de acordo com as Diretrizes, o egresso do Curso de Engenharia de Software - Bacharelado - terá uma formação profissional com as seguintes habilidades e competências para:


7.  investigar, compreender e estruturar as características de domínios de aplicação em diversos contextos que levem em consideração questões éticas, sociais, legais e econômicas, individualmente e/ou em equipe;
8. compreender e aplicar processos, técnicas e procedimentos de construção, evolução e avaliação de software;
9. analisar e selecionar tecnologias adequadas para a construção de software;
10. conhecer os direitos e propriedades intelectuais inerentes à produção e utilização de software;
11. avaliar a qualidade de sistemas de software;
12. integrar sistemas de software;
13. gerenciar projetos de software conciliando objetivos conflitantes, com limitações de custos, tempo e com análise de riscos;
14. aplicar adequadamente normas técnicas;
15. qualificar e quantificar seu trabalho baseado em experiências e experimentos;
16. exercer múltiplas atividades relacionadas a software como: desenvolvimento, evolução, consultoria, negociação, Ensino e Pesquisa;
17. conceber, aplicar e validar princípios, padrões e boas práticas no desenvolvimento de software;
18. analisar e criar modelos relacionados ao desenvolvimento de software;
19. identificar novas oportunidades de negócios e desenvolver soluções inovadoras;
20. identificar e analisar problemas avaliando as necessidades dos clientes, especificar os requisitos de software, projetar, desenvolver, implementar, verificar e documentar soluções de software baseadas no conhecimento apropriado de teorias, modelos e técnicas.

Recursos

  • Salas de Aula
  • Laboratórios de Informática
  • Laboratórios de Computação e Informática com recursos de hardware e software de última geração

  • Turno \ Duração Matutino - 8 Semestres
  • Campus Campus I
  • Carga Horária 3220 horas
  • Reconhecimento521ª REUNIÃO DO CONSUN - 28/6/2016

DIRETOR ADJUNTO

IVAN GRANJA

DIRETOR DO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE