Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Egressa da PUC-Campinas realiza projeto de Educação Ambiental no Rio de Janeiro

 A americanense, formada em Engenharia Ambiental, será responsável por plantio de mudas e ações de reciclagem na cidade

 Por Vinícius Purgato

A engenheira ambiental Vanessa Pugliero, formada na PUC-Campinas em 2011, participa, entre os dias 23 e 30 de agosto, no Rio de Janeiro, do Projeto “Do Leme ao Pontal”, evento que une a prática esportiva à conscientização sobre o meio ambiente.

A iniciativa é resultado da parceria com o namorado, o ultramaratonista Diogo Zoppi – que tem a missão de realizar uma travessia marítima de 37 km do Leme ao Pontal, a maior do Brasil – e com os pais dele, Tomaz e Silvana Zoppi, que vão esclarecer aspectos sobre preservação do meio ambiente e inclusão social por meio de palestras em escolas do Município.

A ação, que envolve a colaboração de ONGs engajadas na temática, contará ainda com o plantio de mudas em áreas não preservadas da cidade e ações de reciclagem, tarefas que estarão sob a responsabilidade de Vanessa, que fortaleceu o desejo de contribuir com a sustentabilidade durante o período universitário, no qual se envolveu em várias atividades, sobretudo na de iniciação científica.

“Essa trajetória na vida científica foi relevante para a minha formação acadêmica e, hoje, ainda na carreira científica, estou colhendo os frutos. Na Engenharia Ambiental, em específico, revezo entre computador, laboratório de análises e o campo. Participo mensalmente de congressos, simpósios, feiras, e essa atuação fornecida pela pesquisa me deixa atualizada na área”, destacou.

IMG-20180819-WA0048

A partir do embasamento científico adquirido, além dos estudos complementares de ecologia marinha, tecnologia e sustentabilidade, a egressa da PUC-Campinas se juntou ao projeto que ocorrerá no Rio, idealizado este ano por um grupo de nadadores, cujo objetivo é levar benfeitorias às comunidades que recebem as maratonas aquáticas das quais participam.

A iniciativa, que resultou na marca “Nadando pelo Planeta”, vai beneficiar a cidade do Rio de Janeiro com ações ambientais em diversos locais: a face leste do morro do Pão de Açúcar receberá o plantio de mudas, enquanto mutirões de limpeza e coletas de lixo do mar ocorrerão na Praia de Guaratiba e na Barra da Tijuca, respectivamente.

Ao concluir o projeto-piloto no Rio, o desejo é dar continuidade às ações, que estão alinhadas à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), prevendo medidas que auxiliem na erradicação da pobreza, na proteção do planeta e na garantia de que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade.

“Ao estabelecer as diretrizes sustentáveis, dentro de um evento, estamos nos colocando em uma jornada coletiva e temos um compromisso de envolver a sociedade para que haja participação popular e ninguém seja deixado para trás. Minha motivação é deixar um legado para comunidades em que acontecerão as ações ambientais”, completou Vanessa.

Foto 1: choreograph

Foto 2: arquivo pessoal



Silvia Perez de Freitas
20 de agosto de 2018