Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Cursos da PUC-Campinas avaliados pelo Enade estão acima da média nacional 

Ainda devem sair até o final do ano outras avaliações que comporão as notas finais 

As notas do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) 2019, divulgadas na terça-feira (20/10), avaliaram estudantes de 16 cursos da PUC-Campinas. Desses cursos, 14 estão com notas acima da média nacional, incluindo instituições públicas e privadas, e um deles está perto da média. Essas notas divulgadas pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) são apenas as primeiras de uma série de avaliações.

O Enade é realizado para avaliar o desempenho dos estudantes em relação a conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. Até o final do ano, serão divulgadas outras notas que levam em conta estrutura, organização pedagógica, regime de trabalho e número de mestres e doutores no corpo docente, entre outros quesitos. Com a soma delas, é formado o conceito de cada curso.

“Nós trabalhamos para melhorar constantemente não só as notas em exames como o Enade, mas  também para melhorar o ensino como um todo”, disse o Pró-Reitor de Graduação, Prof. Me. Paulo M. Godoy Pozzebon.

Nos resultados divulgados agora, foram avaliados os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Fonoaudiologia, Engenharia da Computação, Engenharia Ambiental, Educação Física (Bacharelado), Engenharia Elétrica (Telecomunicações) e Farmácia.

Rankings 

No ano passado, as notas de todos os conceitos de avaliação dos órgãos oficiais resultaram em ótimas posições da Universidade em rankings nacionais e internacionais. Neste final de ano devem sair novos rankings, como o do Guia da Faculdade (Estadão).

O Estado de S. PauloFolha de S. Paulo e Quacquarelli Symonds (QS) fizeram levantamentos sobre instituições de ensino superior e colocaram a PUC-Campinas entre as melhores do país. A Universidade se destacou entre as particulares e superou diversas públicas, além de conseguir notas máximas em cursos de exatas, humanas e biológicas.

ranking da consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) sobre instituições de ensino superior da América Latina colocou a PUC-Campinas como a melhor universidade particular do Interior de São Paulo, a terceira melhor de São Paulo e a oitava melhor do Brasil. Também está entre as 200 melhores da América Latina na lista geral, que reúne instituições públicas e privadas.  

QS Latin America University Rankings 2020 utiliza oito critérios de avaliação com diferentes pesos: reputação acadêmica (30%) e a reputação de empregabilidade (20%), relação professor/aluno (10%), professores com doutorado (10%), rede de pesquisa internacional (10%), citação de artigos científicos (10%), número de artigos por professor (5%) e impacto na web (5%).

No ranking do Estadão, a PUC-Campinas aparece em segundo lugar entre as universidades privadas brasileiras com mais cursos com notas máximas. O ranking feito pelo Estadão com a Quero Educação contou com a participação de 6 mil coordenadores e professores de ensino superior que, voluntariamente, atuaram como avaliadores. Foram avaliados 12 mil cursos de instituições públicas e particulares de todo o país

O guia destacou a qualidade das instituições particulares, como a PUC-Campinas, que conseguiram ter diversos cursos com notas máximas. “Menos de 2% dos cursos avaliados no Guia da Faculdade atingiram o conceito de 5 estrelas, o que mostra o grau de dificuldade superado pelas instituições privadas que apresentaram os resultados aqui destacados”, diz a publicação.

No da Folha, ela também é apontada como a melhor do interior do estado e entre as melhores particulares do país, com 11 de seus cursos entre os mais bem avaliados, todos dentro dos 10 melhores do Brasil.

Em relação aos levantamentos anteriores, a Universidade melhorou as posições em 16 de seus cursos, além de subir nas categorias ensino e mercado.

ranking da Folha avaliou 197 instituições públicas e privadas. Dos pontos levados em consideração para a elaboração do ranking, 42% foram relacionados a pesquisas, 32% a notas dadas por professores ou relacionadas às condições de ensino, 18% à opinião do mercado, 4% à inovação e 4% à internacionalização.

Considerando apenas as universidades privadas de médio porte, a PUC-Campinas é a 3ª melhor do país em ensino, a 6ª melhor em pesquisa, a 2ª melhor em mercado, a 10ª melhor em inovação e a 20ª melhor em internacionalização.

Em todos os levantamentos sobre qualidade de ensino, um dos aspectos positivos da PUC-Campinas é que ela aparece com as melhores notas em cursos de diferentes áreas de conhecimento, tanto em exatas, quanto em biológicas e humanas.



Marcelo Andriotti
22 de outubro de 2020