Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O ex-técnico de futebol Octacílio Oliveira Pires Camargo, o Cilinho, 68 anos, apresentava-se clinicamente com insuficiência cardíaca (cansaço aos mínimos esforços), e ao ecocardiograma evidenciou-se Estenose Aórtica grave e diminuição da força do músculo cardíaco acentuada. Por esta razão, na última quinta-feira, 10 de maio, ele foi submetido a uma cirurgia cardíaca de substituição da válvula aórtica doente por uma prótese biológica no Hospital da PUC-Campinas. Ontem, 16 de maio, Cilinho, teve alta da Unidade Coronária (UCO) e foi transferido à Enfermaria do próprio hospital.

Cilinho, encontra-se em recuperação satisfatória, sem necessitar de qualquer auxílio de equipamentos para suporte. Mantendo-se este quadro deverá receber alta hospitalar nos próximos dias.

Cirurgião Cardíaco responsável Eloy da Costa.

A patologia

Costa explica que a Estenose da Valva Aórtica apresenta-se hoje como uma das valvopatias mais freqüentes, com incidência progressivamente maior com o avançar da idade. Significa um estreitamento (estenose) da valva dificultando o esvaziamento do ventrículo esquerdo (cavidade que bombeia o sangue para o corpo) levando a uma sobrecarga do coração com aumento da espessura das suas paredes e em fases avançadas dilatação do coração e insuficiência cardíaca.

A causa mais comum e degenerativa com calcificação da valva podendo ocorrer também na febre reumática, e valva aórtica bicúspide (doença congênita). O aparecimento de sintomas de falta de ar, desmaios e dor no peito é sinal de alerta e risco de morte. Dois terços dos pacientes com estes sintomas falecem em dois anos. O tratamento é cirúrgico, por meio da troca da valva por uma prótese.



Portal Puc-Campinas
17 de maio de 2007