Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Boletim Econômico Comércio Exterior da PUC-Campinas, referente aos meses de janeiro e fevereiro de 2009, aponta que a crise econômica iniciada em outubro de 2008 continua a afetar a Região Metropolitana de Campinas (RMC).

De acordo com a pesquisa, já nos dois primeiros meses, as importações tiveram uma queda de 16,2% comparada ao primeiro bimestre de 2008. As exportações diminuíram 38,8% em relação ao primeiro bimestre de 2008, totalizando no bimestre US$ 565 milhões. O déficit, representado pela diferença entre exportação e importação, existente em 2008 era de aproximadamente US$ 685 milhões, em 2009 aumentou para cerca de US$ 783 milhões.

Das cidades da RMC, Campinas é o maior município exportador neste início de ano, no item importação Sumaré destaca-se com 40,8%.

A pesquisa mostra que o destino das exportações da RMC são para países vizinhos pertencentes ao Mercado Comum do Sul (Mercosul), mas também houveram quedas nas exportações para países da União Européia e Estados Unidos. A origem dos bens importados pela RMC continua ser de países da Ásia, como China e Coréia do Sul.

O Boletim Econômico Comércio Exterior é realizado pelo professor Adauto Roberto Ribeiro do Centro de Economia e Administração (CEA) da PUC-Campinas. A íntegra da pesquisa pode ser consultada na internet, no site da PUC-Campinas – www.puc-campinas.edu.br.



Portal Puc-Campinas
30 de março de 2009