Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

A senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, faz palestra na Universidade para celebrar a data

Em comemoração aos 30 anos da Faculdade de Ciências Biológicas da PUC-Campinas e também da regulamentação da profissão, a senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (PV-AC), vem à Universidade, no dia 12 de novembro, para ministrar a palestra “Brasil Sustentável: Desafios e Perspectivas”, às 20h, no Auditório Monsenhor Salim. O evento também terá a participação de ex-alunos e de um representante do Conselho Regional de Biologia (CRBio-01).

A Faculdade de Ciências Biológicas foi criada em outubro de 1979. No mesmo ano, a profissão foi regulamentada no Brasil, por meio da Lei 6.684, que tornou legal o exercício da biologia. A profissão de biólogo já existe no país desde 1934, quando foi criado o curso de História Natural, na Universidade de São Paulo (USP). Para a diretora da Faculdade de Ciências Biológicas da PUC-Campinas, Mariângela Cagnoni Ribeiro, ao longo desse período, ocorreram mudanças benéficas para o profissional. “Houve uma valorização que permitiu novas áreas de atuação, como saúde, biotecnologia e projetos de sustentabilidade.”, afirmou.

A professora ressaltou, ainda, a importância de a senadora participar das comemorações do curso. “É um nome relevante nas questões ambientais e da sustentabilidade do Brasil, além de ser um estímulo para os futuros profissionais”, completou a diretora.
Para o presidente do Conselho Regional de Biologia (CRBio-01), Wladimir João Tadei, antes da regulamentação do biólogo, o profissional apenas atuava nas escolas e universidades. “Podemos dizer que hoje o biólogo é um profissional liberal, há um leque de opções para atuação. Para o sucesso na carreira é importante uma formação sólida e ampla. A universidade permite um direcionamento que ajuda o aluno a traçar seus interesses”, disse o presidente.

Com o objetivo de estudar no exterior, o estudante do 3º ano Gabriel Duarte Garcez participa de congressos e de grupos de pesquisa. Depois de formado, o aluno pretende seguir a área de pesquisa marinha. Para Garcez, o curso ajuda a se preparar para alcançar seus objetivos. “Participo de pesquisas, de vários congressos para conhecer a linguagem científica e o que é produzido no exterior.”

A ex-aluna e hoje consultora ambiental Maria de Fátima Tonon, quando entrou para o curso de Ciências Biológicas, em 1986, sempre teve interesse em trabalhar na área de meio ambiente e educação ambiental. Na época, o campo de atuação não era tão amplo, como atualmente. “Quando me formei, ninguém pensava em discutir educação ambiental nas escolas. Nos dias de hoje, se tornou uma questão séria, passou a ser incorporada no dia a dia. A legislação ambiental é rigorosa e precisa de profissionais que se adéquem. Com isso, o biólogo toma a sua posição no mercado”, contou Maria de Fátima, proprietária de uma assessoria ambiental.

Raio x
O curso de Ciências Biológicas da PUC-Campinas, dando ênfase ao Meio Ambiente e à Biotecnologia, tem duração de oito semestres. O aluno obtém o título de licenciado (para a atuação no ensino de Ciências Biológicas e Biologia) e bacharel (para o desenvolvimento de pesquisa básica e aplicada, em empresas). Pode atuar em áreas de preservação, controle ambiental e centros de pesquisa, capacitando-se, também, a realizar perícias e emitir laudos técnicos. Desde o início do curso, há aulas práticas.

Centro de Economia e Administração (CEA)
No dia 13 de novembro, a Senadora Marina Silva ministra a palestra “Desenvolvimento com Sustentabilidade”, às 10h, no Auditório Dom Gilberto, no Campus I da Universidade. O evento é organizado pela Faculdade de Administração e pelo Grupo de Pesquisa do Centro de Economia e Administração (CEA) “Inovação, Competitividade e Políticas Públicas” da PUC-Campinas. A inscrição é gratuita e pode ser feita até as 17h do dia 12, pelo e-mail nupex.cea@puc-campinas.edu.br, informando nome e endereço eletrônico. Outras informações: (19) 3343-6776.



Portal Puc-Campinas
9 de novembro de 2009