Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Vestibular Inverno

Universidade participa de lançamento de campanha para impulsionar tecnologia 5G

Evento na Prefeitura de Campinas contou com a participação do Reitor e do Diretor da Engenharia Elétrica

O Reitor da PUC-Campinas, Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior, e o Diretor do Curso de Engenharia Elétrica, Ralph Heinrich, participaram na manhã do dia 8 de junho do lançamento da campanha Open 5G @ Campinas. O movimento iniciado em Campinas tem o objetivo de inspirar outras regiões do país e impulsionar o ecossistema brasileiro de inovação voltado à tecnologia 5G.

A assinatura do documento “Manifesto pela Inovação Aberta” ocorreu na Prefeitura Municipal de Campinas, com a participação, além da PUC-Campinas, do CPQD, da Embrapa, da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da TIM.

O movimento é aberto a fornecedores de dispositivos, equipamentos e software, startups, instituições de pesquisa e inovação e empresas de diversos segmentos, buscando construir um ambiente de rede capaz de habilitar e impulsionar a criação e o refinamento de tecnologias, aplicações e modelos de negócio relacionados ao 5G.

“Essa é uma tecnologia que será aplicada e acelerará projetos em nosso Programa Mescla, que tem como uma de suas vertentes o incentivo para que alunos, professores, parceiros e comunidade externa desenvolvam seus negócios e ideias a partir de novas tecnologias, como é a 5G. Ela poderá gerar novos produtos e serviços, além de startups, pequenas ou até grandes empresas. É uma tecnologia de inovação aberta que habilita e facilita o empreendedorismo”, disse o Reitor.

A PUC-Campinas, com seus pesquisadores, estudantes e professores das áreas de tecnologia, deve participar ativamente desse processo pela implantação e ampla utilização do 5G. “O Mescla é um espaço de empreendedorismo e inovação, que aglutina empresas, institutos de pesquisa e nossa comunidade acadêmica. O 5G vem como uma plataforma aberta, onde você pode desenvolver suas aplicações e principalmente seus negócios a partir dela. Os alunos e outros profissionais podem desenvolver nela nichos de negócios nas áreas de saúde, educação, indústria, cidades inteligentes, agronegócios e outras”, disse o Prof. Ralph.



Marcelo Andriotti
8 de junho de 2022