Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Contatos oficiais Área do aluno
Novo Vestibular

Exportações da RMC atingem US$ 463,9 milhões em março

Montante é 26,1% maior em relação ao mesmo período do ano passado. Dados evidenciam melhora da atividade do setor externo da região

As exportações da Região Metropolitana de Campinas (RMC) totalizaram US$ 463,9 milhões em março, de acordo com levantamento do Observatório PUC-Campinas. Puxado pelo aumento das vendas de máquinas para construção civil, o valor exportado foi 26,1% maior comparando-se ao mesmo período do ano passado.

Segundo o boletim, cujos dados são extraídos do Ministério da Economia, os principais produtos exportados em março foram bombas de ar ou vácuo, compressores e máquinas para construção civil. Por outro lado, houve queda no volume exportado de veículos e medicamentos.

Os dados divulgados pelo Observatório mostram, ainda, que houve alta de 11,7% na compra de produtos fabricados no exterior. O valor importado chegou a US$ 1,4 bilhão, com acréscimos na transação de inseticidas e fungicidas, circuitos eletrônicos integrados e aparelhos telefônicos. A importação de peças de automóveis e acessórios para máquinas de escritório, em contrapartida, fechou o mês em queda.

Com os resultados, a RMC viu o déficit da balança comercial aumentar em 5,91%. “Apesar disso, os dados mensais evidenciam melhora da atividade do setor externo na região, tendo como base o desempenho no mesmo período de 2021”, disse o economista Paulo Oliveira, responsável pelo levantamento do Observatório PUC-Campinas.

No acumulado dos últimos 12 meses, as importações atingiram a marca de US$ 14,2 bilhões, enquanto o valor exportado totaliza US$ 4,5 bilhões. O desequilíbrio rende à RMC um déficit comercial de US$ 10 bilhões, superando o déficit de US$ 7,2 bilhões do Estado de São Paulo.



Vinícius Purgato
12 de abril de 2022