Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Estudante de Arquitetura é premiado em concurso voltado para o Ibirapuera

Entre estudantes e recém-formados de todo o país, aluno da PUC-Campinas ficou em segundo lugar

O estudante do 4º ano de Arquitetura da PUC-Campinas Gabriel Grothge Faria ficou em segundo lugar no concurso Mobiliário do Ibirapuera, promovido pelo portal Projetar.org. Participaram do concurso mais de 80 estudantes e recém-formados de cursos de Arquitetura de todo o país.
A organização Projetar promove diversos concursos voltados para ideias que melhorem a vida nas cidades. Nos últimos anos, foram 35 concursos com 2,5 mil projetos participantes.

No último concurso, foi proposta uma reformulação hipotética para a estrutura do parque Ibirapuera, em São Paulo, incluindo as portarias, sanitários, lanchonetes e mobiliário, como bancos com mesas para refeições, lixeiras, bebedouros e bicicletários. A pergunta para os participantes foi: “como podemos fazer um Parque Ibirapuera melhor para os usuários diários e visitantes esporádicos?”

Gabriel diz que fez o projeto sozinho, durante as férias. “Não tive orientador, mas usei conhecimentos adquiridos na sala de aula para desenvolver o projeto”, disse. Utilizando ideias apresentadas nas aulas de materiais e técnicas, ele pensou em algo que fosse barato e prático.


“Como há poucos recursos para investimentos em parques e áreas de lazer no Brasil, pensei em utilizar materiais mais baratos e que precisassem de pouca mão de obra para serem instalados”, afirma.

Ele apresentou projetos utilizando madeira laminada e peças industrializadas, que pudessem ser montadas rapidamente e em módulos. “Além do baixo custo, o material é sustentável, pois vem de madeira de reflorestamento. E as peças industrializadas podem ser usadas tanto nas construções maiores quanto nas mobílias”, explica.

No projeto ele apresentou um pórtico para a portaria, banheiros e um restaurante, além da mobília para compor o ambiente. O resultado foi divulgado nesta semana, e Gabriel receberá um certificado

“Os projetos premiados não podem ser implantados, pois são feitos por estudantes. Mas podem servir de ideia e inspiração para futuros investimentos para a melhoria do parque”, disse.



Marcelo Andriotti
6 de março de 2020