Facebook
Central de
Atendimento
ao Aluno
Facebook
121496
Facebook
Twitter
7089
Twitter
Linkedin
8425
Linkedin

Estatuto da PUC-Campinas aprovado pelo Vaticano

No primeiro semestre deste ano, a Congregação para a Educação Católica, órgão máximo do Vaticano para assuntos educacionais da Igreja, em todo o mundo, emitiu Decreto de aprovação do Estatuto da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

De acordo com o texto do Decreto, o Estatuto da Universidade, na sua totalidade, alinha-se à Constituição Apostólica Ex Corde Eclesia, estando, portanto, validado e aprovado para o próximo quinquênio, em conformidade com os procedimentos do Vaticano em relação a Universidades Pontifícias.

Comunicada ao Arcebispo Metropolitano de Campinas e Grão-Chanceler da Universidade, dom Airton José dos Santos, em carta assinada pelo Prefeito da Congregação para a Educação Católica, cardeal Giuseppe Versaldi, a aprovação repercutiu como incentivo e estimulo junto á comunidade acadêmica, reconhecendo o alinhamento da PUC-Campinas com os princípios da educação católica, baseada na valorização cristã do ser humano e na construção de uma sociedade justa e solidária.

Além da reprodução do Decreto e da aprovação do Estatuto, a carta destaca explicitamente o “precioso trabalho acadêmico realizado em prol da Igreja e da sociedade” pela PUC-Campinas, confirmando seu papel relevante no País e em todo universo da atividade universitária católica.

A Congregação para a Educação Católica (para os Institutos de Estudo), uma vez lido e analisado o estatuto da Pontifícia Universidade de Campinas, definido e estabelecido em 89 artigos, segundo a norma da Constituição Apostólica “Ex Corde Ecclesiae”, valida-o e aprova-o para um segundo quinquênio; determina aos responsáveis que seja devidamente observado; observando as normas do direito; nada obste em contrário.

Dado em Roma na sede desta Congregação em 18 de maio de 2016.

Tradução – Prof. Dr. Pe. Adriano Broleze