Observatório PUC-Campinas
Observatório
PUC-Campinas
Facebook
Central de
Atendimento
ao Aluno
EW2A1611

PUC-Campinas lança Observatório para monitorar a RMC

O Observatório PUC-Campinas, lançado hoje, foi criado com o objetivo de monitorar dados socioeconômicos da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Trata-se de um projeto institucional, resultado dos projetos de extensão de quatro professores doutores da Faculdade de Ciências Econômicas, que vão atuar na captação e análise dos dados, bem como no gerenciamento da divulgação dessas informações por meio de boletins.

O boletim do Observatório PUC-Campinas foi elaborado para o mapeamento da realidade socioeconômica da RMC sob quatro eixos temáticos: Atividade Econômica/Comércio Internacional; Emprego/Renda; Sustentabilidade/Desafios do Milênio; Indicadores Sociais. A síntese foi feita a partir dos primeiros estudos do Centro de Economia e Administração (CEA), que abriga a Faculdade de Ciências Econômicas, e oferece um panorama da realidade socioeconômica da RMC, em três níveis de dados, que: 1) situam a Região no Estado de São Paulo; 2) especificam suas características mais distintivas; e 3) mostram a heterogeneidade dos municípios que compõem a RMC, enumerando características que marcam a identidade da RMC, mostrando potencialidades e desafios.

Definir parâmetros socioeconômicos relevantes da RMC, selecionar indicadores, recolher, processar, analisar e sistematizar dados e divulgar as informações que poderão ser usadas por diversos setores da sociedade, essas são algumas das características do Observatório. De acordo com o Reitor da PUC-Campinas, Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior, o projeto poderá beneficiar a sociedade. “O Observatório PUC-Campinas é importante porque expressa primeiro um trabalho acadêmico de um grupo de professores que trabalha indicadores objetivos que permitirão uma leitura da realidade da Região Metropolitana de Campinas sob diversos aspectos, e essa é a contribuição que a Universidade pode dar para os órgãos de opinião pública, as prefeituras e aos outros órgãos públicos para conseguir ler a realidade e propor as ações necessárias para uma vida cada vez melhor para os cidadãos da RMC”, destacou.

Além de ajudar na orientação de políticas públicas, iniciativas e empreendimentos econômicos e ações sociais, segundo o Arcebispo Dom Airton José dos Santos, o Observatório também deve estimular o debate e orientar a opinião pública. “O Observatório tem a preocupação de apresentar para a sociedade elementos novos que possam dar uma contribuição específica da PUC-Campinas, que vão ajudar os pesquisadores e as agências a oferecerem materiais para a análise e compreensão da realidade no sentido da elaboração de projetos sociais e de políticas públicas.”

O Prof. Dr. Cristiano Monteiro da Silva, responsável pela coleta e organização de dados, estruturação de indicadores, análise e avaliação de questões voltadas ao subsídio das Políticas Públicas da RMC nos campos do Desenvolvimento Social, Educação e Saúde, ressalta a importância nos dados na tomada de decisões. “Atualmente, um grande desafio é você provocar a utilização de conhecimentos expoentes para o decisório de todas as instituições, seja em instituição do setor público ou do setor privado. Então, o Observatório vai ajudar muito nessa direção, ele vai oferecer à região um conhecimento aprofundado, rigoroso de toda a nossa dinâmica econômica regional e as instituições poderão tomar decisões a partir daí”.

Confira a galeria de fotos.


Pesquisar

Veja também

20 Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica e de Extensão são premiados

Presidente da OAB Campinas considera o Mestrado em Direito um marco para a cidade

Lista de aprovados no Vestibular 2019 para o Curso de Medicina

Processo Seletivo de Teologia – 1º semestre de 2019

Premiação dos Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica e de Extensão