Facebook
Central de
Atendimento
ao Aluno
Facebook
121496
Facebook
Twitter
7216
Twitter
Linkedin
8425
Linkedin

 

- Programa de Pós-Graduação em Urbanismo da PUC-Campinas recebe nota 5 na Avaliação Quadrienal da CAPES/MEC

 

Objetivos

Formar docentes e pesquisadores de alto nível em Urbanismo que possam contribuir para a melhoria do ensino de arquitetura e urbanismo, e para a produção do conhecimento científico na área; que sejam capazes de combinar a reflexão crítica e teórica sobre o Urbanismo com as dimensões técnica e prática da atuação do urbanista e que estejam comprometidos socialmente, em sua atuação, com a inovação permanente no campo das políticas públicas, da gestão e requalificação urbana nas escalas municipal, regional e metropolitana.

Histórico

A criação do Curso de Doutorado em 2011 resulta de mais de uma década de oferecimento do Curso de Mestrado e consolida o POSURB PUC-Campinas  como um centro ativo de reflexão e produção de conhecimento sobre questões atuais do Urbanismo propiciando aos pesquisadores interessados ampliar e complementar a sua formação.

Público Alvo

Mestres em Arquitetura e Urbanismo ou nas demais áreas afins à intervenção e planificação urbana, ambiental e territorial e à análise crítica e histórica da produção arquitetônica e urbanística como História, Turismo, Jornalismo, Geografia, Engenharia Ambiental, Economia e Ciências Sociais.

Processo Seletivo

Período de Inscrições: 1º a 31 de outubro de 2017

documentos necessários - clique aqui

 

O Processo Seletivo é composto das seguintes fases:
- 1ª fase eliminatória: prova de conhecimentos e suficiência em língua estrangeira, além de prova de suficiência em língua portuguesa para candidatos estrangeiros;
- 2ª fase eliminatória: entrevista;
- 3ª fase classificatória: média geral obtida a partir das notas parciais da prova de conhecimentos, do anteprojeto, do currículo e da entrevista.

 

Calendário do Processo Seletivo:

 

Prova escrita de conhecimentos específicos
06/11/2017 (das 9h às 12h)

 

Exame de suficiência em língua estrangeira

 

Língua Inglesa
06/11/2017 (das 14h às 17h)

 

Língua Espanhola
07/11/2017 (das 9h às 12h)

 

Língua Francesa
07/11/2017 (das 14h às 17h)

 

Exame de suficiência em língua portuguesa (para candidatos estrangeiros)
08/11/2017 (das 14h às 17h)

 

Divulgação dos resultados da 1ª fase (eliminatória)
21/11/2017 (às 17h)

 

Entrevistas
23, 24, 27 e 28/11/2017
Obs.: As entrevistas poderão ser realizadas à distância, por meio da internet, caso o candidato resida a mais de 50 km de Campinas e faça solicitação para a dispensa da entrevista presencial até o dia 22/11, por meio do endereço eletrônico do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (posurb.ceatec@puc-campinas.edu.br)

 

Publicação dos resultados classificatórios
06/12/2017 (às 17h)

 

Bibliografia:

ABRAMO, P. A Cidade COM-FUSA – a mão inoxidável do mercado e a produção da estrutura urbana nas grandes metrópoles latino-americanas. In Revista Brasileira de Estudos urbanos e regionais, ANPUR. Vol. 9, 2007.
ACSELRAD, H. A Duração das Cidades. Rio de Janeiro: Editora Lamparina, 2009.
BIDOU-ZACHARIASEN, C. De volta à cidade. Dos processos de gentrificação às políticas de "revitalização" dos centros urbanos. São Paulo: Annablume, 2006.
CHOAY, F. A Alegoria do Patrimônio. Tradução Luciano Vieira Machado São Paulo: Ed. UNESP. 2001.
EISENMAN, Peter; KOOLHAAS, Rem. Supercritical. Londres: AA Publications, 2010.
HALL, P. Cidades do Amanhã. Uma história intelectual do planejamento e do projeto urbano nos séculos urbanos no século XX. São Paulo: Editora Perspectiva S. A. Coleção Estudos, 2007.
HARVEY, D. Espaços de Esperança. São Paulo: Edições Loyola, 2004.
JACOBS, J. Morte e vida de Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
LEMOS. Carlos. Casa Paulista. EDUSP. 1999
MARICATO. Erminia T. M. Metrópole na periferia do capitalismo: ilegalidade, desigualdade e violência. HUCITEC. São Paulo 1ª. Edição 1996.
MONTANER, Josep Maria; MUXí MARTINEZ, Zaida. Arquitetura e política. Ensaios para mundos alternativos. 1ª, São Paulo, Gustavo Gili, 2014
NESBITT. Kate. Nova Agenda para a arquitetura contemporânea Cosac Naify Coleção Face Norte, 2008
NORBERG-SCHULZ, Christian. O fenômeno do lugar. In: NESBITT, Kate (org.). Uma nova agenda para a arquitetura – Antologia teórica 1965-1995. Trad. Vera Pereira. São Paulo: Cosac & Naify, 2008.
REIS FILHO, Nestor. G. (Org.). Notas sobre Urbanização dispersa e novas formas de tecido urbano. São Paulo: Via das Artes, 2006.
SANTOS, M. A urbanização brasileira. 5ª Ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.
SANTOS, Milton; Silveira, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001.
SECCHI, B. Primeira Lição de Urbanismo. São Paulo: Editora Perspectiva, 2009.
SERPA, A. S. P. O espaço Público na cidade Contemporânea – 1ed. São Paulo: Editora Contexto, 2007.
VILLAÇA, F. Reflexões sobre as cidades brasileiras (capítulo Terra-localização) . Studio Nobel. São Paulo, 2012.
VILLAÇA, F. Espaço intra-urbano no Brasil. Studio Nobel/FAPESP, Lincoln Institute, São Paulo, 1998.

 

 

Documentos Necessários

- Preenchimento do Formulário de Inscrição on-line
- Currículo Lattes *
- Histórico Escolar do Curso de Mestrado ou, caso não tenha Mestrado, do Curso de Graduação **
- Diploma do Curso de Mestrado ou, caso não tenha cursado Mestrado, Diploma do Curso de Graduação **, ou Declaração de Conclusão de Curso de Graduação no ano corrente (por exemplo: Certidão de Pressuposta Conclusão de Curso de Graduação) ***
- CPF e RG
- Foto 3x4
- Anteprojeto de pesquisa

 

* Uma via impressa do Currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq, documentado e com cópia das produções bibliográficas e das comprovações de cargos de responsabilidade técnica.
** Só serão aceitos os diplomas de Graduação ou de Mestrado emitidos em outros países, desde que revalidados no Brasil, de acordo com a legislação vigente.

*** OBS.: por ocasião da matrícula, o candidato selecionado deverá, obrigatoriamente, apresentar Histórico e Diploma, ou Certidão de Conclusão de Curso.

 

Anteprojeto:
O Anteprojeto de Pesquisa deve ser apresentado de maneira clara e resumida, ocupando, no máximo, 20 laudas digitadas em Arial 12 e espaço duplo. Deve compreender: resumo, introdução, justificativa, síntese da bibliografia fundamental, objetivos, plano de trabalho, cronograma de sua execução, metodologia: material e métodos e forma de análise dos resultados, bibliografia.

 

Entrega da Documentação:

Os documentos devem ser entregues no período de 1º de outubro a 1º de novembro na Secretaria Acadêmica do Programa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

ATENÇÃO: em função das datas de realização do Vestibular 2018 da PUC-Campinas, não será possível a entrega de documentos na Secretaria Acadêmica do Programa no dia 20 de outubro, sexta-feira.

Também serão aceitos os documentos enviados via correio para o endereço indicado abaixo, desde que a postagem ocorra até o dia 31 de outubro.

Obs: a inscrição será indeferida se as regras institucionais não forem cumpridas.

 

Procedimento para confirmação da inscrição:
A inscrição será validada apenas e tão somente por ocasião da entrega dos documentos comprobatórios na Secretaria Acadêmica do Programa, além do pagamento da taxa de inscrição. Após o preenchimento e envio do Formulário de Inscrição on-line no portal da PUC-Campinas, será fornecida a opção de pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

 

Endereço:
PUC-Campinas
Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Prédio H10 - Sala 603 – Campus I
Rodovia Dom Pedro I, km 136
Parque das Universidades - Campinas / SP
CEP 13086-900

- CAPES/MEC: Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições Comunitárias de Educação Superior.
- FAPESP: mediante solicitação em conjunto com o docente orientador, e aprovação da agência externa de fomento; além do recebimento da bolsa oriunda da FAPESP, o aluno tem isenção das parcelas da mensalidade do curso durante a vigência da bolsa.

- PUC-Campinas/Reitoria: isenção de 50% no valor da mensalidade escolar.

A PUC-Campinas realiza, anualmente, um processo de seleção para ingresso de novos alunos regulares em seus Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu. As inscrições ocorrem, regularmente, no mês de outubro, e a seleção, no mês de novembro.

O Processo de Seleção contempla as seguintes etapas:


- Prova dissertativa de conhecimentos da área;
- Análise pontuada do curriculum vitae do candidato;
- Prova de suficiência em língua estrangeira *;
- Análise pontuada do anteprojeto de pesquisa;
- Entrevista.

 

* Observação: No caso de candidato a ingresso direto no curso de Doutorado (sem conclusão prévia de curso de Mestrado na PUC-Campinas ou em Programa de Pós-Graduação reconhecido pelo MEC), deverá submeter-se a provas de suficiência em dois idiomas, sendo obrigatória a aprovação no Exame de Suficiência na Língua Inglesa, além da aprovação no exame de Suficiência em um segundo idioma, Espanhol ou Francês.

 

O número de vagas é fixado, anualmente, pela Reitoria, ouvida a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

São necessários um total de 32 créditos para a obtenção do diploma de Doutor em Arquitetura e Urbanismo. Os créditos (*) são assim distribuídos:

 

1) Disciplinas obrigatórias = 04 créditos (uma disciplina, com 04 créditos);
2) Seminários Avançados de Pesquisa – SAP, obrigatórios = 06 créditos (três SAPs, cada um com 02 créditos); só poderá ser cursado um SAP por semestre;
3) Disciplinas eletivas = 06 créditos (duas disciplinas, cada uma com 03 créditos);
4) Orientação = 16 créditos totais, após a finalização do Curso.

 

(*) Para a obtenção do título de Doutor, além do cumprimento dos créditos elencados acima, o aluno deve cumprir integralmente as disposições constantes do Regulamento Geral dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu.

 

As disciplinas obrigatórias são especificadas a seguir:


Disciplina Obrigatória Geral, que deve ser cursada por todos os alunos regularmente matriculados no Doutorado, no 1º semestre letivo:
- Teoria do Conhecimento

 

O Seminário Avançado de Pesquisa – SAP - inclui três módulos obrigatórios de 02 créditos cada a serem cumpridos em três semestres consecutivos. Os SAPs serão compostos pelo grupo de orientandos do docente, Mestrandos e Doutorandos, e as atividades incluirão discussão dos projetos de pesquisa, de forma que o aluno já inicie atividades de orientação em grupo desde o primeiro semestre.

 

A estrutura do Doutorado busca seguir as orientações das agências externas, e supõe um tempo de titulação ideal de quarenta e oito meses (48 meses), o equivalente a oito semestres para a obtenção do título de Doutor em Arquitetura e Urbanismo.

 

Desse modo, a progressão do curso distribui-se da seguinte forma:

 

1º semestre 2º semestre 3º semestre 4º ao 8º semestre
Obrigatória Eletiva (2) SAP (3) Orientação
Eletiva (1) SAP (2) Orientação -
SAP (1) Orientação - -
Orientação - - -

 

Ao final do quarto semestre letivo, o doutorando deve submeter seu projeto ao Exame de Qualificação, que confirma ou reorienta a direção do projeto de pesquisa do aluno. Para que o Exame de Qualificação seja produtivo, é necessário que o aluno tenha tido ao menos dois semestres de orientação. Ao final do oitavo semestre, o aluno defende publicamente sua tese, que aprovada, lhe conferirá o título de Doutor em Arquitetura e Urbanismo. O doutorando poderá titular-se em trinta meses; para tanto deverá cumprir todos os créditos até o terceiro semestre letivo.

 

O aluno que ingressar diretamente da Graduação no Curso de Doutorado, via Processo Seletivo, deverá integralizar os créditos em disciplinas, obrigatórias e eletivas, correspondentes aos níveis Mestrado e Doutorado, além da Tese, num prazo máximo de 48 meses, fazendo jus ao título de Doutor em Urbanismo.

LISTA CLASSIFICATÓRIA DE CANDIDATOS APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM URBANISMO 2018

CURSO DE DOUTORADO EM URBANISMO

 

 

CANDIDATOS APROVADOS

 

1º    Érica Lemos Gulinelli

2º    Taisa Cintra Dosso

3º    Ériclis Pimenta Freire

4º    Julia Lopes da Silva

5º    Samuel Henrique Damas Marinelo

6º    Rodrigo Semeria Ruschel

7º    Marlon Paiva

8º    Rafael Augusto Silva Ferreira

9º    Bruna Pimentel Cilento

10º  Angélica Dayane S. de Oliveira Lima

 

 

CANDIDATO EM LISTA DE ESPERA

 

Ana Carolina Almeida

Rita Maria Cunha Leite Coentro

Samuel Machado Mantovani

 

 

ATENÇÃO

 

Os 10 primeiros candidatos aprovados estão sendo convocados às vagas disponíveis. A lista de espera apresenta os candidatos em ordem alfabética. A chamada dos candidatos desta lista ocorrerá de acordo com a disponibilidade de vagas dos orientadores.

 

Esta classificação não é válida para atribuição de Bolsas de Estudos das Agências de Fomento, pois haverá para este fim um processo seletivo específico, no início do ano letivo de 2018.

 

Os 10 primeiros candidatos convocados deverão comparecer no dia 13 de dezembro de 2017, às 17h, no Prédio H10, Sala 604, no Campus I da PUC-Campinas, para uma reunião com a Coordenadora do Programa, Profa. Dra. Laura Machado de Mello Bueno.

 

Os candidatos não aprovados poderão retirar sua documentação na Secretaria do Programa no prazo de 2 meses, a contar a partir do dia 07 de dezembro de 2017; após essa data, os documentos serão incinerados.

História das Cidades: Ocupação Territorial e Ideários Urbanos

O grupo investiga o processo de fundação de cidades e de ocupação territorial no Brasil Colônia, Império e República, notadamente no território paulista. Os resultados parciais das pesquisas têm sido apresentados em eventos científicos da área de dimensão nacional e internacional, notadamente: as conferências da International Planning History Society (Chicago-2008, Estambul-2010, São Paulo-2012, St. Augustin-2014); os Seminários de História da Cidade e do Urbanismo (Vitória-2010, Porto Alegre- 2012, Brasília-2014); os encontros da ANPARQ (Natal- 2012; São Paulo-2014); os seminários ISUF- International Seminar on Urban Form (Ouro Preto-2007, Lisboa- 2014); os encontros da ANPUR (Rio de Janeiro-2011, Recife-2013); os congressos da EUAH - European Association on Urban History (Gant-2010; Lisboa-2014); o Congresso Internacional de História da Construção Luso-brasileira (Vitória-2013); e a International conference- Workdhop on Sustainable Architecture and Urban Design (Penang-2012).

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • IVONE SALGADO
  • JANE VICTAL FERREIRA
  • LUIZ AUGUSTO MAIA COSTA
  • RENATA BAESSO PEREIRA

Patrimônio, políticas de preservação e gestão territorial

Certificado em 2002 com o nome Patrimônio urbano e arquitetônico das cidades paulistas, o grupo atua na linha de pesquisa Gestão Urbana, do Programa de Pós-Graduação em Urbanismo da PUC-Campinas. É composto por docentes, alunos de pós-graduação e Iniciação Científica. Os temas concentram-se na discussão da gestão do patrimônio cultural das cidades latino-americanas com ênfase no estudo do território das cidades brasileiras e paulistas; políticas culturais; conservação de centros históricos; políticas habitacionais, reabilitação em áreas centrais, cidades históricas e criação de novas centralidades. O grupo participa de projetos de cooperação internacional com financiamento da CAPES (Projeto CAPES/MÊS/CUBA 210/13); de uma rede internacional de pesquisadores em urbanismo, arquitetura e patrimônio sobre "Modelos territoriales internacionales basados en cambios estructurales" com coordenação da Universidade de Sevilha e da organização de vários eventos nacionais e internacionais na área.

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • MARIA CRISTINA DA S SCHICHI

Políticas Territoriais e A Água no Meio Urbano

O Grupo se dedica a pesquisas para aprimoramento da gestão urbana, tendo como foco as Politicas Territoriais que lidam com as contradições encontradas nas cidades que se manifestam sob diferentes dimensões. Estuda novas formas de manejo das águas no meio urbano, as intervenções em fundos de vale urbanos, a gestão de bacias hidrográficas, dos espaços periurbanos e a fronteira urbana rural no território metropolitano, como também, investiga a relação entre investimentos públicos em habitação de interesse social, o valor do solo urbano e a paisagem resultante. Aglutina alunos do POSURB envolvidos com a questão urbanística e ambiental. Entre as atividades recentes destacam-se a participação no ST Políticas Urbanas e Ambientais e os Desafios dos Projetos de Recuperação das Bacias Hidrográficas no Meio Urbano durante o III ENANPARQ (SP, out/14) e na Comissão Organizadora do 3º APPURBANA (Belém, set/13). Finalizou 14 dissertações e 23 ICs de 2009 a 2013.Há 6 (M) e 5 (D) orient. em andamento.

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • JONATHAS MAGALHAES PEREIRA DA SILVA
  • LAURA MACHADO DE MELLO BUENO
  • PATRICIA RODRIGUES SAMORA

Requalificação Urbana

O Grupo de Pesquisa Requalificação Urbana investiga espacialidades contemporâneas resultantes da urbanização do território e as ações de requalificação urbana nas várias escalas metropolitanas: reabilitação de áreas centrais, revitalização de áreas urbanas, surgimento de novas centralidades, projetos urbanos e os projetos estratégicos de impacto regional. Aborda os espaços públicos urbanos e os sistemas de espaços livres. O Grupo de Pesquisa integra o Projeto Temático (2012-2017) "Os sistemas de espaços livres na constituição da forma urbana contemporânea no Brasil: produção e apropriação - QUAPÁ-SEL II, (FAPESP) em parceria com o Laboratório QUAPÁ FAUUSP. O Grupo de Pesquisa apresenta como produção científica nos últimos 3 anos 12 artigos período recente veiculada em periódicos qualificados da área, 1 organização de Livro, 2 capítulos de livros publicados e 25 artigos completos publicados em anais de eventos representativos da área de AU e D da CAPES.

Link do Grupo de Pesquisa

Docentes

  • DENIO MUNIA BENFATTI
  • JOSE ROBERTO MERLIN
  • WILSON RIBEIRO SANTOS JUNIOR

Projeto, Inovação e Gestão em Arquitetura e Urbanismo

Estuda o papel das intervenções arquitetônicas e urbanísticas na configuração atual do território em suas múltiplas escalas; analisa os patrimônios arquitetônicos e urbanísticos verificando as potencialidades para a reabilitação urbana e recuperação edilícia; investiga as espacialidades da esfera pública contemporânea priorizando a abordagem dos sistemas de espaços livres de edificação, da configuração da forma urbana, da relação entre arquitetura e dos espaços públicos urbanos que apresentaram mudanças de usos, de usuários e desgastes ou obsolescência de equipamentos; discute os paradigmas atuais que envolvem os processos do espaço construído, as ações de natureza coletiva e participativa das populações envolvidas e os impactos econômicos, políticos, sociais e espaciais que deles decorrem.

Teoria, História e Crítica em Arquitetura e Urbanismo

Tem por objetivo trabalhar abordagens da arquitetura e do urbanismo entendidos como o conjunto de ideias, práticas e intervenções que se efetivaram ao longo da história das cidades no ocidente visando conformar um campo cognitivo específico a partir de amplas relações culturais. Enquanto campo de investigação a linha aborda as mutações epistemológicas na cultura moderna (pós-renascentista) que levaram, primeiramente, à percepção da arquitetura e da cidade enquanto objeto e, a partir do século XVIII - XIX, à instituição do urbanismo enquanto disciplina de intervenção e ordenamento "científico" do quadro construído urbano. A linha de pesquisa investiga a formação das teorias fundamentais da arquitetura e do urbanismo no contexto de um amplo debate internacional que visa a construção de um saber especializado, sem fronteiras.

Data de defesaTítuloAutorOrientadorTipo de documento
  • Programa de Pós-Graduação em Urbanismo
    Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Doutorado
  • Coordenador
    LAURA MACHADO DE MELLO BUENO
  • Área de Concentração
    Arquitetura, Urbanismo e Território
  • Local Campus I
  • Avaliação CAPES Visitar Página Oficial

Manifestação de Interesse

  • SECRETARIA DO CENTRO

Informações

Telefone (19) 3343-7088

 

 E-mail

posurb.ceatec@puc-campinas.edu.br