Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

É com grande alegria que a Arquidiocese de Campinas celebra amanhã, dia 17 de dezembro, às 09h00, na Catedral Metropolitana, o Jubileu Áureo de Ordenação Episcopal de Dom Gilberto Pereira Lopes, Arcebispo Emérito de Campinas.

A Celebração Eucarística será concelebrada por Dom Airton José dos Santos, Arcebispo Metropolitano de Campinas, com a presença dos padres, diáconos, seminaristas e do povo de Deus de nossa Igreja Particular, que louvam e agradecem a Deus pelos 50 anos de episcopado de Dom Gilberto, sendo 41 anos como presença paterna, amiga e amorosa em Campinas.

Dom Gilberto foi nomeado 1º Bispo da Diocese de Ipameri, GO, no dia 03 de novembro de 1966, tendo recebido a Ordenação Episcopal a 18 de dezembro de 1966, das mãos do então Núncio Apostólico do Brasil, Dom Sebastião Baggio. Foram co-sagrantes Dom Fernando Gomes e Dom David Picão. Seu lema episcopal é Mysterium Christi Praedicare – Anunciar o Mistério de Cristo. Tomou posse da Diocese em 02 de fevereiro de 1967.

No dia 24 de dezembro de 1975 foi nomeado pelo Papa Paulo VI como Arcebispo Coadjutor da Arquidiocese de Campinas, com direito à sucessão de Dom Antônio Maria Alves de Siqueira, tomando posse no dia 07 de março de 1976. Com a renúncia de Dom Antônio Maria Alves de Siqueira, no dia 26 de janeiro de 1980, a Sagrada Congregação dos Bispos enviou a Dom Gilberto, através da Nunciatura, Decreto da Administração Apostólica, com assinaturas do Prefeito da Congregação, Dom Sebastião Baggio e do Secretário, Dom Lucas Moreira Neves, onde o Papa João Paulo II nomeava e constituía Dom Gilberto Arcebispo Titular de Aurusuliana e Administrador Apostólico “Sede Plena” da Arquidiocese de Campinas. Sua posse canônica se deu na Catedral Metropolitana, no dia 07 de março de 1980. No dia 10 de fevereiro de 1982 foi promovido a Arcebispo de Campinas, recebendo o Pálio, por procurador, no Consistório em 24 de maio do mesmo ano, realizado no Vaticano.

Ao completar 75 anos de idade, enviou sua carta de renúncia ao Papa João Paulo II, que aceitou o pedido em 02 de junho de 2004, nomeando Dom Bruno Gamberini como Arcebispo Metropolitano de Campinas.

(Texto da Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de Campinas)



Amanda Cotrim
16 de dezembro de 2016