Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Os dados do Boletim Econômico – Acompanhamento Comércio Exterior, referente ao mês de março, aponta que a Região Metropolitana de Campinas (RMC) apresentou um crescimento de 18% na exportação de bens em relação ao mês de fevereiro. O mesmo ocorreu com a importação de bens que aumentou 25,4%. No acumulado do ano, de janeiro a março, a exportação cresceu 12,7% e a importação, 19,2%.

O maior município exportador da RMC foi Indaiatuba com 23,3% e Paulínia cresceu 15,3%, a exceção ficou com o município de Sumaré, que apresentou diminuição da exportação em cerca de 30% em relação a fevereiro. Esta queda na exportação de Sumaré, provavelmente, foi um reflexo do crescimento da demanda interna de automóveis, o principal produto exportado pelo município.

Os dados da RMC em março de 2010 comparados com março de 2009 também se mostram bons, com a exportação tendo apresentado crescimento de aproximadamente 12,6% e a importação de 40,2%.

Nesta recuperação, no entanto, alteraram-se os destinos dos produtos exportados, aumentaram exportações para Argentina e México e diminuíram para os Estados Unidos e Venezuela e aumentaram as exportações de bens intermediários e de bens de consumo final, em especial, automóveis, e diminuíram as exportações de bens de capital.

Os dados do Boletim Econômico da PUC-Campinas Acompanhamento Comércio Exterior é produzido pelo professor Adauto Roberto Ribeiro do Centro de Economia e Administração (CEA) da PUC-Campinas. A pesquisa completa está disponível no portal www.puc-campinas.edu.br/imprensa.

Atendimento à Imprensa:
Ana Paula Moreira
anasouza@puc-campinas.edu.br
Telefone: (19)3343-7147



Portal Puc-Campinas
20 de abril de 2010