Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Serviço de Dermatologia do Hospital e Maternidade Celso Pierro, da PUC-Campinas, participará no dia 18 de novembro, sábado, das 9h às 15h, da Campanha Nacional de Câncer da Pele, com atendimento gratuito, encaminhamento e tratamento dos casos de câncer detectados.

Este ano, a ação promovida em todo o País pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) destacará, principalmente, os cuidados que os pais devem ter com as crianças, pois, segundo pesquisas realizadas pela entidade, as chances de desenvolvimento da doença são reduzidas em até 85% se os cuidados com a pele forem adotados desde a infância.

Segundo a coordenadora da campanha no hospital, a médica dermatologiasta Lúcia Helena Favaro de Arruda, o câncer da pele é o crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. “As pessoas têm de observar se há um crescimento na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida. Devem ficar atentas a qualquer pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho. A manchas ou feridas que não cicatrizam e que continuam a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento”, orienta a dermatologista.

O procedimento imediato após verificar algum desses sintomas é procurar ajuda médica. Lúcia Helena adverte ainda que as pessoas de pele clara, que têm sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos também de cor clara têm maior risco de desenvolver o câncer da pele. Além destas, também devem ficar atentas as pessoas que possuem antecedentes familiares com histórico da doença, queimaduras solares, incapacidade para bronzear e pintas.

“Quando for inevitável a exposição ao sol, é importante usar chapéu, camiseta e protetor solar. Na medida do possível, é fundamental evitar a exposição solar entre as 10h e 16h”, acrescenta Lúcia Helena.

A médica adverte que as barracas usadas nas praias, sejam elas de algodão ou de lona, absorvem 50% da radiação ultravioleta, mas as barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável, já que 95% dos raios ultravioletas ultrapassam o material. Por isso, mesmo sob barracas não se deve passar o protetor solar uma só vez. É preciso reaplicá-lo a cada duas horas. “O ideal é que o Fator de Proteção Solar (FPS) seja de, no mínimo, 15. Pessoas de pele clara devem procurar orientação médica para saber qual a graduação adequada de FPS que devem utilizar “, completa.

Serviço
O Hospital e Maternidade Celso Pierro, da PUC-Campinas, funciona no Campus II (Avenida John Boyd Dunlop, s/n, Jardim Ipaussurama), onde também estão localizadas as faculdades do Centro de Ciências da Vida: Ciências Biológicas, Ciências Farmacêuticas, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional. Além de Dermatologia, o Hospital da PUC-Campinas presta atendimento pelo convênio SUS e por convênios particulares em mais 28 especialidades médicas.



Portal Puc-Campinas
16 de novembro de 2006