Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Banca julgadora escolhe nesta sexta-feira, dia 7, projeto para a construção da sede do Museu de Ciências da Unicamp

O projeto de três ex-alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Campinas é um dos cinco finalistas do Concurso Público Internacional de Arquitetura para a construção da sede do Museu Exploratório de Ciências (MC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Os ex-alunos da Universidade que estão na final são Fábio Boretti de Araújo, Bernardo Telles e Luís Pereira Pinto.

A defesa pública dos projetos ocorre nesta sexta-feira, dia 7, a partir das 9h, no Auditório 1 do Centro de Convenções da Unicamp. O grupo vencedor receberá prêmio no valor de R$ 8 mil, além da chance de executar o projeto.

Lançado em 12 de janeiro deste ano, o concurso atraiu arquitetos de diversas regiões do mundo. Foram 170 equipes de 21 países, de acordo com a organização. A participação do Brasil foi maioria, com 67% dos inscritos.

Os outros finalistas são os arquitetos Alessandro Muzi e Daniel Corsi, do Brasil, Erik Lewitt, dos Estados Unidos e Tomohiko Amemiya, do Japão.
Dentre os critérios avaliados pela banca estão a criatividade, a viabilidade econômica e a sustentabilidade. Os grupos desenvolveram projeto para 5.200 metros quadrados de área construída e custo estimado em R$ 10 milhões.

Na sexta-feira, os finalistas terão 20 minutos para a apresentação e 40 minutos para a argumentação da banca, que será formada pelos arquitetos Paulo Valentino Bruna e Leandro Medrano, do Brasil; Frederico Valsassina, de Portugal; Silvia Arango, da Colômbia; Jorge Wagensberg, museógrafo da Espanha; Maria Cristina da Silva, urbanista brasileira; Edgar Salvadori de Decca, historiador e coordenador geral da Unicamp; e Marcelo Firer, diretor do MC.

Segundo Telles, a equipe vai defender que o projeto é viável financeiramente e pode ser construído. “O nosso projeto é pautado pela simplicidade no que diz respeito ao custo para viabilizar a construção, mas é rico na estrutura”, completou Pereira Pinto.
De acordo com as regras do concurso, apenas um representante da equipe vai participar da defesa do projeto diante de uma comissão julgadora e do público. Araújo será o representante da sua equipe.

Os três ex-alunos da PUC-Campinas trabalham juntos desde 2002 e decidiram participar do concurso, principalmente, para trocar experiências com outros profissionais da área.

Segundo Araújo, a equipe está muito feliz por ser uma das finalistas e afirma que o concurso proporciona um envolvimento entre os arquitetos, o que é fundamental para a profissão. “Sete anos após a graduação, o trabalho deu frutos”, afirmou Telles. Segundo ele, a formação pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Campinas foi muito importante, pois ofereceu a base necessária para a execução do projeto finalista.

Serviço:
Evento: Fase final do Concurso Público Internacional de Arquitetura
Quando: na próxima sexta-feira, dia 7 de agosto
Horário: a partir das 9h
Local: Auditório 1 do Centro de Convenções da Unicamp
Professores, universitários e profissionais ligados à área de arquitetura e construção, interessados em assistir a defesa pública dos trabalhos, podem preencher o formulário de inscrição, disponível no site www.mc.unicamp.br/eventos



Portal Puc-Campinas
5 de agosto de 2009