Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Serviço de Ortopedia do Hospital e Maternidade Celso Pierro da PUC-Campinas realiza neste sábado, 21 de outubro, 9h, no Auditório Monsenhor Salim, Campus II, a primeira Jornada de Ortopedia e Traumatologia. No evento, alusivo ao Dia Mundial da Osteoporose (20 de outubro), serão debatidas as novas técnicas de tratamento das fraturas em pacientes idosos e portadores de osteoporose avançada.

Segundo as Sociedades Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e Brasileira de Otologia (SOB), as quedas são responsáveis por grande parte das internações e mortes de pessoas na terceira idade de forma direta ou indireta. As principais causas dessas quedas são as pequenas armadilhas no próprio ambiente doméstico: desníveis de um ambiente para outro, tapetes que deslizam, fios que atravessam áreas de passagem, escadas sem corrimão, iluminação deficiente, entre outros pequenos descuidos.

As duas entidades advertem ainda que as quedas, quando associadas a osteoporose, formam uma combinação de alto risco, afetando significativamente a qualidade de vida e podendo levar até a morte. Segundo a American Academy of Orthopaedic Surgeons (AAOS), a osteoporose é, indubitavelmente, uma patologia das mais relevantes na prática diária do ortopedista.

A osteoporose é considerada um grave problema de saúde pública e uma das mais importantes doenças associadas ao envelhecimento. Sua incidência em mulheres mostra que as fraturas osteoporóticas são três vezes mais comuns que as doenças coronarianas, sete vezes mais que os AVC (Acidente Vascular Cerebral) e oito vezes mais que o câncer de mama. Atualmente, a osteoporose acomete mais de 20 milhões de brasileiros, particularmente mulheres após a menopausa e homens a partir dos 60 anos.

“Cerca de 40% das pessoas acima de 60 anos de idade têm indicação de osteoporose e até 90% dos brasileiros acima de 80 anos têm a doença”, afirma o chefe do Serviço de Ortopedia do Hospital da PUC-Campinas, José Luiz Amin Zabeu.

Os interessados a participar do evento deverão fazer a inscrição pelo telefone (19) 3729-8386, com Giovanna. O Campus II, onde está localizado o Auditório Monsenhor Salim, fica na avenida John Boyd Dunlop, s/n.º, Jardim Ipaussurama.

Serviço de Ortopedia

O Serviço de Ortopedia do Hospital e Maternidade Celso Pierro, sob responsabilidade do Dr. José Luiz Amin Zabeu conta com 17 ortopedistas, 5 docentes, 10 voluntários, 2 Fisioterapeutas, 1 Enfermeira e 15 residentes e 3 residentes especialista em quadril, coluna e joelho. Realiza também a cirurgia de artroscopia, recomendada para atletas e jovens com problemas no menisco. Em uma cirurgia de videoartroscopia, o médico faz de dois a três pequenos furos no joelho e realiza todos os procedimentos necessários.

Tem como sub-especialidade o Grupo de Medicina Esportiva para atendimento exclusivo a atletas federados, coordenado pelo ortopedista Carlos Augusto de Mattos.

Atendimento pelo SUS deve contar com encaminhamento médico. Na Policlínica de Convênios Privados e Particulares, os agendamentos de consultas são realizados das 8h às 21h, de segunda a sexta-feira, pelos telefones (19) 3729-8344, 3729-8590 ou 3729-8435.



Portal Puc-Campinas
19 de outubro de 2006