Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

O Coletivo Educador de Campinas, grupo constituído por representantes de várias instituições que se dedicam à formação de Educadores Ambientais Populares no âmbito municipal, está realizando hoje, 31 de março, visita a várias localidades da Área de Proteção Ambiental (APA) dos distritos de Sousas e Joaquim Egídio e do bairro rural Carlos Gomes. A comitiva está percorrendo, durante o dia, bairros e áreas rurais dos dois distritos.

O trabalho do grupo será encerrado às 18h, quando ocorrerá reunião com os moradores do bairro Carlos Gomes, na sede do Restaurante Prosa Caipira, criado pela comunidade local, com apoio da PUC-Campinas. Este é o primeiro trabalho do Coletivo para prospecção das condições ambientais do município. Os repórteres que tiverem interesse em acompanhá-lo pode localizar o grupo pelo telefone 9745-7410, da professor Luiza Ishikawa Ferreira, da Faculdade de Ciências Biológicas da PUC-Campinas, uma de suas integrantes.

Constituído com base nas diretrizes da Diretoria de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Coletivo tem como proposta formar Educadores Ambientais em todo o município, contribuindo para a melhora da qualidade de vida da população campineira e viabilizando a formação de educadores ambientais populares. Conta com apoio financeiro do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) para criar um programa piloto em Campinas, que poderá servir de estímulo para a implementação de coletivos similares em outros municípios.

Inicialmente, o plano dos integrantes do Coletivo de Campinas é viabilizar a formação de 150 educadores ambientais comprometidos com projetos e ações sócio-educativas em oito macrozonas do município de Campinas. Esses educadores, por sua vez, formarão outros educadores ambientais populares que colaborarão na difusão de cursos e na divulgação de conteúdos sobre educação ambiental em suas áreas de atuação, sempre com apoio dos integrantes do Coletivo.

Dentro de dois anos o trabalho será concluído, sendo permanente avaliado, para a elaboração de uma reflexão metodológica crítica que articule, constantemente, os vários grupos que já trabalham com educação ambiental no município, para que colaborem na formalização do projeto-piloto que subsidiará a criação de novos coletivos.

O Coletivo de Campinas é coordenado pelo professor Sandro Tonso, do Centro Superior de Educação Tecnológica (Ceset), da Unicamp. É formado também por representantes da PUC-Campinas, do Grupo de Articulação Interdisciplinar à Aprendizagem (Gaia), da Secretaria Municipal de Planejamento, da Sub-Prefeitura de Sousas, da Sub-Prefeitura de Barão Geraldo, da Fundação Mata Santa Genebra, do Movimento Sonha Barão, da Diretoria Regional de Ensino Leste e Oeste, do Instituto de Pesquisas Especiais para a Sociedade (Ipes), da Guarda Municipal de Campinas, do Projeto Anhumas/Fapesp, do Ceasa-Campinas, do Instituto Jequitibás, além de inúmeros colaborados desvinculados de instituições.

Serviço

Mais informações sobre o Coletivo Educador de Campinas podem ser obtidas pelo e-mail sandro@unicamp.br



Portal Puc-Campinas
31 de março de 2006