Acessibilidade  
Central de Atendimento ao Aluno Área do aluno
Vestibular 2021

Cerca de 50 alunos do Curso de Medicina da PUC-Campinas realizarão, amanhã, dia 25 de novembro, o projeto Teddy Bear, na Associação de Pais e Amigos das Crianças com Câncer e Homepatias (APACC). A atividade voluntária tem o objetivo de ajudar as crianças entre 3 e 9 anos a perderem o medo de médicos e procedimentos hospitalares.

Para isso, será montado com a utilização de tendas, um hospital fictício. As crianças terão recursos médicos – de brinquedo – como jaleco, estetoscópio, luvas de procedimentos, termômetro, receituário e ainda, um ursinho de pelúcia ‘doente’ que será levado pelos alunos voluntários para uma consulta com os ‘pequenos médicos’. A ideia é compor um ambiente hospitalar motivado: por exemplo, o ursinho poderá fazer uso de “medicação endovenosa”, mas o frasco do soro será uma embalagem com as palavras ‘força’, ‘alegria’, de modo que não se estará fazendo uso da medicação, mas sim de fatores que melhoram o tratamento e são tão importantes quanto remédios, estimulando a criança a pensar nisso na próxima vez que tiver de ser submetida a esse tipo de medicação.

O projeto Teddy Bear é uma iniciativa da IFMSA-Brazil (International Federation of Medical Student’s Association of Brazil) – uma organização não-governamental composta por estudantes de medicina de todo o Brasil, vinculada à ONU, UNICEF e OMS. A missão da IFMSA-Brazil é ampliar o horizonte e o conhecimento dos estudantes através de intercâmbios culturais, sociais, científicos, além de incentivar projetos sociais que forneçam instrumentos de melhora da qualidade de vida, prevenção e integração dos acadêmicos entre si e destes com a comunidade.

voluntário e realizado por estudantes de Medicina com a missão de ampliar o horizonte e o conhecimento dos estudantes através de intercâmbios culturais, sociais e científicos, além de incentivar campanhas e projetos sociais que forneçam instrumentos de melhora da qualidade de vida, prevenção e integração dos acadêmicos entre si e destes com a comunidade.

Teddy Bear que já foi realizado no ano de 2009 em Campinas na APACC (Associação de Pais e Amigos das Crianças com Câncer e Hemopatias) pelos estudantes de medicina da Pontifícia Universidade Católica de Campinas e esse ano faremos o mesmo. O evento ocorrerá por volta das 15:30h.

Com este projeto, a partir de um cenário minuciosamente organizado, a criança é convidada a levar um ursinho de pelúcia para uma consulta com direito a todos os procedimentos médicos disponíveis. A idéia é criar uma atmosfera de confiança, onde a criança possa lidar com seus medos e, dessa forma, seja capaz de lidar melhor com uma futura necessidade de tratamento ou internação hospitalar. Além disso, o projeto ajuda os estudantes a aprenderem formas de interagir com esses pequeninos, o que pode ajudar e muito o processo de formação profissional.

Será montado, com utilização de tendas, um mini hospital com pelo menos 5 estações onde as crianças passarão por pequenas explicações e prática de cada estação. A idéia para a realização dessa atividade é que cada criança tenha todos os “recursos médicos” (jaleco, estetoscópio de brinquedo, luvas de procedimento, receituário, etc) e direito a um “ursinho doente”, levado pelo voluntário, que passará pela consulta como a criança achar melhor.



Portal Puc-Campinas
24 de novembro de 2010